iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/10 - 01:01

Vaiado, Dunga minimiza crise na seleção
”Não jogamos um bom futebol, mas parece que o Brasil está em último na competição”, disse

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Mesmo com o Brasil tendo empatado por 0 a 0 as três últimas partidas realizadas pelas Eliminatórias para a Copa de 2010 – Argentina, Bolívia e Colômbia –, para o treinador Dunga, a situação não se caracteriza como uma crise na seleção brasileira. O treinador reclamou da repercussão negativa sobre seu trabalho à frente da equipe nacional.

”Não jogamos um bom futebol, mas parece que o Brasil está em último na competição”, minimizou Dunga, que se fundamenta exclusivamente nos resultados obtidos pela seleção nas Eliminatórias. “Estamos em segundo”, sintetizou.

Novamente o comandante brasileiro foi alvo de vaias por parte da torcida que compareceu ao estádio para acompanhar a partida da seleção. E Dunga voltou a ressaltar que esta é uma postura normal do torcedor, que fica irritado com os resultados decepcionantes do time em casa.

“É normal torcida vaiar quando o Brasil não ganha, eu não vou ser o primeiro e nem o último a ser criticado”, analisou. “O mais vitorioso de todos, o Zagallo, também sofreu isso, assim como o Parreira e o Felipão”, comparou Dunga.

O técnico do Brasil ainda apontou evolução no desempenho de sua equipe, na disputa rumo à Copa do Mundo. “Anteriormente o Brasil não conseguia ganhar fora de casa. Agora ganhamos duas seguidas”, elogiou. Para ele, o que impediu um triunfo da seleção na noite desta quarta-feira foi a postura defensiva do adversário. “A lógica é que as equipes vêm fechadas e isso nos dificulta, mas temos que nos aprimorar e contornar a situação”, finalizou Dunga.


Leia mais sobre: Dunga Seleção brasileira



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo