iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/10 - 20:32

Em Madri, Pelé coloca Espanha como favorita no Mundial de 2010

Rei do futebol não destaca talentos individuais na Fúria, mas exalta o conjunto, que segundo ele, é o que falta no Brasil

Gazeta Esportiva

MADRI (Espanha) - Em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira em Madri, onde promove um cruzeiro marítimo que leva seu nome e irá viajar pelo Mar Mediterrâneo em 2009, Pelé fez questão de ressaltar que foi um dos poucos a apostar na Espanha como favorita ao título da Eurocopa-2008 e foi adiante, demonstrando que a Fúria também será a seleção mais forte na disputa da Copa do Mundo da África do Sul.

“Tenho muita sorte, porque, antes da Eurocopa, todos falavam em Itália ou Alemanha, e eu já dizia: a Espanha está jogando bem e pode ganhar. E felizmente ganhou”, apontou o rei do futebol, destacando o conjunto como a força do selecionado espanhol.

“A diferença não é um jogador, e sim um conjunto. A Espanha tem isso, e sem dúvida é uma das favoritas a conquistar o Mundial. Esta dando espetáculo e é uma equipe que dá gosto de ver jogar”.

Se por um lado sobram elogios para a seleção espanhola, o mesmo não acontece quando o assunto é o time comandado pelo técnico Dunga. Pelé afirmou ter visto o empate com a Colômbia e não poupou críticas.

“O Brasil tem grandes jogadores em todo o mundo, mas não há conjunto, porque a cada mês muda a equipe e não temos uma maneira própria de jogar”, lamentou Pelé, que também criticou Robinho.

“Não sei porque ele (Robinho) saiu do Real Madrid. Pessoalmente, acho que seria muito melhor para ele jogar aqui (em Madri)”, afirmou o eterno camisa dez, minimizando a crítica em seguida, ao elogiar o atacante do Manchester City. “Robinho deverá ser um dos grandes jogadores do mundo no ano que vem”.


Leia mais sobre: Pelé Copa do Mundo 2010 Espanha

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


EFE

pele

Criticas ao futebol brasileiro
Pelé criticou as constantes mudanças na seleção e disse que "não temos uma maneira de jogar"

Topo
Contador de notícias