iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/10 - 13:01

Competição premia melhores equipes com Bolsa-Atleta

Objetivo do benefício é oferecer uma manutenção pessoal a atletas sem patrocínio; 51 atletas recebem benefício

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - A segunda edição da Copa do Brasil de futebol feminino, anunciada essa semana pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), contará com um atrativo a mais para as jogadoras: As atletas das três melhores equipes da competição poderão pleitear o Bolsa-Atleta no ano de 2009. Atualmente, 51 esportistas da modalidade recebem o benefício do programa, cujo objetivo é oferecer uma manutenção pessoal a atletas sem patrocínio.

Para o Ministro do Esporte Orlando Silva, a novidade que aparece com a realização do evento pelo segundo ano consecutivo é muito importante para o crescimento do futebol feminino. “Com essa liga, poderemos revelar novas jogadoras e oferecer oportunidade para que elas continuem jogando no nosso país”.

Atual campeão da Copa do Brasil, o SAAD Esporte Clube também comemorou a iniciativa, por meio das declarações de seu presidente, Romeu de Castro. “. 'No caso do nosso clube, nós não sobreviveríamos se não fosse a ajuda do ministério para as nossas meninas”.

Meio-campista que coleciona passagens pela seleção brasileira, Maycon é uma das atletas contempladas pelo Bolsa-Atleta e garante que o benefício funcionou como um estímulo para que ela continuasse a treinar e a praticar o esporte. A criação do programa foi um milagre. Quase desisti de ser jogadora de futebol”.

Competição que conta com a participação de 32 equipes, oriundas dos 27 estados brasileiros, a Copa do Brasil tem início previsto para o dia 1º de novembro e terá um formato diferente na comparação com o ano passado já que será realizada em duas etapas – a primeira em sistema de eliminatórias e a segunda com oito clubes divididos em duas chaves.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo