iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/10 - 18:27

CBF recorre no STJD e veta estreia de Fabrício Carvalho na Lusa

Recurso invalida o Mandado de Garantia impetrado pelo clube para liberar o atacante a atuar no Brasileiro

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Ainda não será neste domingo a estreia de Fabrício Carvalho na Portuguesa. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) aceitou recurso da CBF para invalidar o Mandado de Garantia impetrado pelo clube para liberar o atacante a atuar no Brasileiro mesmo registrado no Boletim Informativo Diário (BID) após o prazo de inscrições no torneio.

Liberado para atuar pelo próprio STJD na última sexta-feira, Fabrício treinou normalmente durante a semana com o elenco e estava confirmado ao menos no banco de reservas diante do Grêmio no Canindé. O clube, no entanto, foi informado por seu advogado no Rio de Janeiro da medida da CBF e que um novo julgamento já está marcado para quinta-feira.

A reação rubro-verde à novidade foi de revolta. Os dirigentes portugueses alegam que a liberação do jogador foi decidida pelo Pleno do STJD, o que tornaria o caso irrecorrível. Alegando não entender a nova posição do Tribunal, a diretoria ainda espera um ofício detalhando a situação. Até o final da tarde desta quinta-feira, nada chegou no Canindé.

Sem poder atuar, Fabrício segue apenas treinando com o grupo devido ao imbróglio que começou logo após o anúncio de sua contratação. A Portuguesa divulgou o empréstimo do atacante do Goiás em 19 de setembro, último dia de inscrições, mas a transação só foi publicada no BID três dias depois.

Segundo a Lusa, o problema era culpa do sistema da CBF. O STJD aceitou a argumentação e desde sexta-feira Fabrício aparece no BID como atleta rubro-verde desde 19 de setembro. Mas ainda sem poder jogar.

Leia abaixo a íntegra do comunicado oficial da Portuguesa sobre o recurso da CBF que impede a estreia de Fabrício Carvalho no Brasileiro:

A Associação Portuguesa de Desportos se mostra indignada diante da postura do Superior Tribunal de Justiça Desportiva em aceitar recurso da Confederação Brasileira de Futebol para o mandado de garantia que liberou o atleta Fabrício Carvalho para a disputa do Campeonato Brasileiro. Na última sexta-feira, o pleno do STJD - o que equivaleria à última instância -, acatou, por 3 votos a 1, mandado de garantia reconhecendo que o atleta foi inscrito dentro do prazo e solicitando a alteração do BID para o dia 19 de setembro. Uma decisão irrecorrível. Porém, o que vale para os outros, estranhamente não vale só para a CBF. Assim, a Portuguesa e o atleta são os únicos prejudicados diante de tal atitude.


Leia mais sobre: Portuguesa Fabrício Carvalho



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

Na gangorra
Apresentado na Lusa há quase um mês, atacante vive a expectativa de ser liberado pra poder atuar

Topo