iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/10 - 10:15

Paulo Campos garante: “Eu livraria o Criciúma do rebaixamento”

Treinador saiu do comando do time catarinense após fazer apenas oito jogos pelo time

Gazeta Esportiva

CRICIÚMA - Demitido na terça-feira do comando do Criciúma, o técnico Paulo Campos se despediu oficialmente do clube catarinense chateado. Na saída, contudo, o treinador assegurou que tinha totais capacidades de tirar o Tigre da 17ª posição da Série B do Campeonato Brasileiro, mas a falta de planejamento atrapalhou seu desempenho no cargo.

“Eu tenho certeza de que conseguiria livrar o Criciúma do rebaixamento, se o meu trabalho fosse realizado até o final do campeonato”, iniciou Campos. “Isso foi planejado quando eu fui contratado, e até por isso não esperava essa decisão da diretoria. Eles sabiam as dificuldades que é tirar o time de uma situação tão complicada e em oito partidas”, completou.

Paulo Campos estreou pelo Tigre de Santa Catarina em 5 de setembro e ficou apenas oito rodadas do comando da equipe. No total, foram oito jogos, com três vitórias, um empate (nas quatro partidas em casa) e quatro derrotas (todas fora), com um aproveitamento de 41,7% dos pontos disputados.

“Saio de cabeça erguida e fico na torcida para que o time tenha sucesso nesta reta final de Série B, mas é difícil que um clube que troca de técnico cinco vezes no ano consiga atingir seus objetivos”, criticou o treinador, que substituiu Edson Gaúcho no cargo. “Não há planejamento que agüente”, emendou.

Com apenas 33 pontos conquistados em 30 partidas, o Criciúma encabeça a zona de rebaixamento para a Série C do Brasileiro em 2009. Nesta sexta-feira, o Tigre entra em campo pela 31ª rodada para receber o Bragantino no Heriberto Hülse. O técnico à beira do gramado será o interino Luiz Gonzaga Milioli.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo