iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/10 - 21:05

Para Dinamite, técnico do Brasil devia ser Luxemburgo ou Felipão
"Mas ele (Dunga) está aí, disposto a fazer um bom trabalho, e temos que incentivar”, disse o presidente do Vasco

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Roberto Dinamite, presidente do Vasco, é um dos torcedores que estão no Maracanã e cobram uma apresentação empolgante da seleção brasileira contra o Colômbia, nesta quarta-feira. E mais: embora apóie o técnico Dunga, preferia que Vanderlei Luxemburgo ou Luiz Felipe Scolari comandassem o Brasil.

“É claro que o técnico da seleção devia ser alguém mais experiente, como o Luxemburgo ou o Felipão”, polemizou Dinamite. “O Dunga está sofrendo a pressão natural de alguém que muda de carreira, assim como já aconteceu com o Falcão quando foi técnico da seleção. Mas ele está aí, disposto a fazer um bom trabalho, e temos que incentivar”, pondero.

Dinamite provavelmente fala por experiência própria. Ele também mudou de atividade ao se eleger presidente do Vasco, que agora é o penúltimo colocado do Campeonato Brasileiro com 70% de possibilidades de acabar rebaixado, segundo o matemático Tristão Garcia. “Pegamos um clube deficitário, o que não é fácil, mas já estamos planejando uma parceria para formar um time competitivo”, prometeu.

O técnico do Vasco partilha da opinião do presidente sobre Dunga. Em entrevista à TV Globo, Renato Gaúcho afirmou que o colega “entrou em uma roubada” para a qual “não estava preparado” ao aceitar o convite para dirigir a seleção brasileira.

Em situação oposta à do Vasco no Campeonato Brasileiro, o vice-líder Palmeiras emprega o técnico que pouco mais de 30% dos cariocas gostariam de ver na seleção brasileira, de acordo com pesquisa divulgada pela TNS Sport do Brasil. Vanderlei Luxemburgo já afirmou por diversas vezes que ambiciona retornar à seleção brasileira, da qual foi demitido após o fracasso nas Olimpíadas de 2000 e a CPI do Futebol.

Luiz Felipe Scolari, ao contrário, não fala com entusiasmo sobre voltar a trabalhar para a CBF. O treinador campeão mundial em 2002 fez sucesso na seleção portuguesa a ponte de conseguir uma transferência para o Chelsea. Agora, almeja ser reconhecido em um grande clube do futebol europeu, o que Luxemburgo não conseguiu no Real Madrid.

Mas o torcedor Roberto Dinamite não é exigente apenas com Dunga. Ele ficou insatisfeito com a última apresentação da seleção brasileira no Rio de Janeiro, o empate por 0 a 0 com a Bolívia, no Engenhão. “Ninguém gostou daquele jogo. Futebol é resultado, e as críticas vêm. Só que agora já vencemos bem a Venezuela e devemos fazer uma boa partida contra a Colômbia”, esperançou-se o presidente do Vasco.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


EFE

Pressionado
Oscilando nas Eliminatórias com a seleção brasileira, Dunga tem sido duramente criticado

Topo