iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/10 - 10:39

Seleção brasileira repete postura de último fracasso no Rio

Dunga ainda acredita que preparação para o jogo contra a Bolívia foi a correta

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Dunga ficou satisfeito com a preparação da seleção brasileira que culminou com um empate sem gols com a Bolívia no Engenhão, sob vaias e gritos de “adeus” para o treinador. Tanto é que pretende utilizar a mesma estratégia no retorno da equipe ao Rio de Janeiro, contra a Colômbia, nesta quarta-feira, no Maracanã.

“Vamos com a mesma postura”, garantiu Dunga. “Não mudou nada. Só o adversário e a situação de jogo. Se não fosse assim, estaria dizendo que não nos preparamos bem para enfrentar a Bolívia. E não foi isso o que aconteceu. A preparação era a mesma de agora”, acrescentou o comandante.

Já a Colômbia promete repetir a atitude da Bolívia contra o Brasil e jogar defensivamente, em busca ao menos de um empate. O técnico Eduardo Lara planeja escalar uma equipe com quatro jogadores de defesa, cinco de meio-campo e apenas um atacante.

Dunga não teme a marcação adversária. “Interpreto isso de outra forma. Chile e Venezuela nos atacaram e também tinham sete caras atrás. Foi o Brasil que imprimiu o ritmo com velocidade, técnica e precisão do chute dos jogadores”, comparou o técnico. A diferença é que os dois jogos mencionados, vencidos pela seleção brasileira, aconteceram fora de casa.

“Todo mundo joga recuado contra o Brasil, mas não dá para apenas se defender se você tem a bola nos pés. Conseguimos ter transição de velocidade contra Chile e Venezuela”, voltou a citar.

O fato de a Colômbia ser apenas a sétima colocada das Eliminatórias para a Copa do Mundo e ter perdido seus últimos três jogos, por outro lado, preocupa Dunga. A campanha é semelhante à da Bolívia. “É mais difícil jogar com equipes que vêm de resultados desfavoráveis. Precisamos ficar atentos”, respeitou.

Apesar das coincidências com a última passagem da seleção brasileira pelo Rio de Janeiro, o técnico finalmente relevou: “Mas se começarem a falar que vai ser tudo igual, chegaremos no jogo e encontraremos a mesma situação. Precisamos mostrar aos torcedores que não gostamos do jogo com a Bolívia”.

Leia também:
Seleção brasileira também cobra nova impressão dos cariocas (13/10/2008)


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo