iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/10 - 11:34

Presidente do Olympique se diz "aliviado" por punição ao Atlético de Madri
"É uma decisão que me alivia e mostra que o que ocorreu no Vicente Calderón é inadmissível e inaceitável"

 

EFE

MARSELHA (França) - O presidente do Olympique de Marselha, Pape Diouf, disse hoje se sentir "aliviado" pela sanção imposta pela Uefa ao Atlético de Madri após os incidentes registrados na partida entre as duas equipes pela Liga dos Campeões disputada no Vicente Calderón no dia primeiro de outubro.

"É uma decisão que me alivia e mostra que o que ocorreu no Vicente Calderón é inadmissível e inaceitável. Tanto no que se refere à organização quanto aos comportamentos racistas dos quais fomos vítimas", afirmou Diouf no site do clube.

Para o presidente do clube francês, as duas partidas de interdição impostas ao estádio mostram "mais uma vez que nada do que ocorreu nesse dia foi normal".

Diouf condenou o ambiente "nocivo e irrespirável" em meio ao qual foi realizada a partida, o que levou os torcedores de seu clube a serem "atacados de forma selvagem pela Polícia espanhola", sendo que um deles acabou detido e terá seu futuro decidido amanhã pela Justiça da Espanha.

O dirigente afirma que, com sua decisão, a Uefa "mostra que deseja prevenir erros intoleráveis e envia uma mensagem forte de que racismo e violência não têm lugar em um estádio de futebol".

A reação de Diouf acontece depois que o treinador da equipe, o belga Eric Gerets, chamou de "notícia fantástica" a sanção da Uefa ao Atlético de Madri.

"É uma pena que sejam necessárias sanções tão severas, mas o racismo não tem nada a ver com um estádio de futebol", declarou Gerets.

A Uefa, que também impõe ao clube espanhol uma multa de 150 mil euros, justifica a sanção pela má organização da partida e pela conduta antiesportiva e imprópria de seus torcedores. EFE lmpg/ev/fal


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo