iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/10 - 14:34

Eurico Miranda nega irregularidades na negociação de Guilherme

Segundo jornal O Globo, ex-presidente teria liberado jogador por ter uma dívida de pouco mais de R$ 11 mil com atleta

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Como tem sido tradicional desde que deixou o Vasco há pouco mais de três meses, Eurico Miranda aproveitou o programa Casaca no Rádio para se defender de algumas críticas que tem recebido. A últimas delas envolvendo uma possível irregularidade na saída do lateral-esquerdo Guilherme, no final do ano passado.

De acordo com notícia publicada no final de semana pelo jornal O Globo, o então presidente teria aberto mão de uma multa rescisória de quase R$ 7 milhões em troca do perdão de uma dívida de pouco mais de R$ 11 mil com o jogador, liberando-o para o modesto Tombense-MG.

"Trouxeram a mim que o Guilherme tinha a intenção de rescindir o contrato e comprar o seu atestado liberatório. Fizeram uma oferta de R$ 900 mil para ele adquirir o seu atestado liberatório. Eu consultei o departamento de futebol e perguntei se ele tinha condição de ser aproveitado ainda. Me disseram que não e que podia ser feita a negociação. Eu concordei e dei o atestado liberatório para o jogador. Não participei de nenhuma transação, nem de transferência", argumentou Eurico.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias