iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/10 - 15:53

Técnico diz que agora achou “espinha dorsal” do Náutico

Timbu deverá vir a campo com o esquema 3-5-2, mas precisa definir o setor ofensivo, um dos piores do torneio

Gazeta Esportiva

RECIFE - Desde o começo do Campeonato Brasileiro, o Náutico sofre com as constantes lesões, desfalques, contratações e dispensas. Faltando nove rodadas para o término do Brasileirão, o técnico Roberto Fernandes afirmou ter achado a equipe ideal para afastar o Timbu da zona do rebaixamento.

Após realizar alguns testes, Fernandes diz ter, ao longo das rodadas, formado a base do time principal. “Nossa espinha dorsal vinha sendo formada nas rodadas passadas. Nós não podíamos fazer isso antes, pois estávamos com muitos desfalques. E neste time base só vai haver mudanças por lesão, suspensão ou alguma queda de rendimento”, afirmou o comandante do Náutico à Folha de Pernambuco.

Agora, o Timbu deverá vir a campo com o esquema 3-5-2. Na zaga, o trio ofensivo é formado por Adriano, Vagner e Everaldo. A dupla de volantes é composta por Hamilton e Derley, enquanto as alas ficam a cargo de Ruy e Alessandro.

No entanto, o setor ofensivo do time, um dos piores do Brasileirão, está indefinido. No ataque, duas vagas são disputadas por Gilmar, Clodoaldo, Kuki e Felipe. O único meia da formação é William, que deverá ganhar mais oportunidades para se fixar na posição.


Leia mais sobre: Náutico Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo