iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/10 - 17:53

Derrota do Flamengo prova ao São Paulo: tem que jogar “no limite”

“O resultado mostra como o campeonato está equilibrado, nivelado, diferente dos últimos anos", falou Muricy

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - No sábado, o Atlético Mineiro aplicou 3 a 0 no Flamengo em um Maracanã com mais de 77 mil torcedores. E o tropeço de um mandante que ocupa as primeiras colocações do Brasileiro diante do maior público do campeonato ecoou no Morumbi. A derrota carioca causou surpresa no São Paulo e reforçou a idéia de que é preciso se doar ao máximo nesta reta final.

“Com certeza foi uma surpresa, porque os times não estão errando, vêm jogando ‘no limite’ e está muito difícil algum dos primeiros colocados serem derrotados”, analisou Muricy Ramalho, que sempre entoou o discurso comum no elenco de que os confrontos diretos é que decidirão o novo dono da taça nacional.

A vitória mineira também aumentou outra crença tricolor: de nada vale dar espetáculo. “Tem que jogar ‘no limite’, com uma atenção muito grande atrás como nós já temos nestes jogos. Vencemos o Náutico apertado, mas não tomamos susto. O Flamengo é uma equipe muito ofensiva, tentou o gol e acabou levando”, apontou Hugo, completando que é preciso mostrar superioridade não só na tabela.

“Vi o jogo. O Atlético foi muito superior, uma equipe de muita força e de tradição. Levou esse espírito para dentro de campo e venceu”, continuou o meio-campista, apoiado por seu treinador.

“O resultado mostra como o campeonato está equilibrado, nivelado, diferente dos últimos anos, quando um time se destacou mais que os outros”, analisou Muricy, comandante do clube que conquistou os dois últimos títulos com rodadas de antecipação.

Considerações à parte, a queda flamenguista dentro de casa, mesmo inesperada, assegurou aos são-paulinos a presença na zona de classificação para a Libertadores pela primeira vez no segundo turno. E a idéia é que a alegria por ser quarto lugar novamente depois de dez jogos tenha boas influências no clássico deste domingo contra o Palmeiras.

“É muito importante voltar ao G-4. Isso dá moral para os jogadores, motiva e mostra que a equipe vem numa seqüência muito boa. Dá ainda mais ânimo para o restante da competição, quando vamos buscar o título”, assegurou Muricy, que começa o duelo no Palestra Itália dois pontos e duas posições abaixo do arqui-rival.


Leia mais sobre: São Paulo Flamengo



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo