iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/10 - 14:13

Com contrato de gaveta, Carleto segue com futuro indenifido

Diretoria santista negocia desde setembro a permanência do jovem jogador na Vila Belmiro

Gazeta Esportiva

SANTOS - O Santos corre contra o tempo para assegurar a permanência de uma de suas promessas. Trata-se do lateral-esquerdo Thiago Carleto, de 19 anos, cujo contrato se encerra no dia 24 deste mês.

Evitando registrar o vínculo de gaveta assinado pelo atleta, a diretoria santista negocia desde setembro a permanência do jovem jogador na Vila Belmiro, sem ter que lançar mão deste tipo de expediente.

Segundo apurou a reportagem da Gazeta Esportiva.Net, o acerto por mais três temporadas esteve bem perto de acontecer nos últimos dias, mas a discordância do representante do ala-esquerdo com respeito a alguns pontos do contrato prorrogaram a assinatura do novo acordo.

Para o diretor de futebol do Peixe, Luiz Antônio Ruas Capella, o fato da definição ainda não ter acontecido deve ser encarado como algo natural. “Estamos negociando e posso garantir que não houve rejeição de nenhum dos dois lados. O que falta acertar são alguns detalhes normais deste tipo de negociação, ainda mais no caso do Carleto, que é um prata-da-casa. O procurador dele é uma pessoa de bom convívio e temos certeza de que vamos definir tudo nesses dias que ainda restam antes do fim do contrato”, disse.

Um dos pontos citados pelo dirigente alvinegro, que não é comentado abertamente pela cúpula alvinegra, é com relação ao reajuste salarial. O lateral estaria insatisfeito com relação ao valor que lhe foi proposto, tendo em vista que Tiago Luís e Paulo Henrique reformaram seus vínculos com bons ordenados, principalmente após terem feito boas apresentações na última Copa São Paulo de Juniores.

No entanto, apesar das divergências existentes, o jogador que foi recentemente sondado pelo São Paulo, pretende renovar com o Peixe, evitando assim um conflito judicial com o clube que o revelou. Vale lembrar que o Santos vem acumulando neste ano sucessivas derrotas em disputas jurídicas, envolvendo acordos de gaveta. Denis, Alemão, Renatinho e Marcelo obtiveram liminares para deixar o time da Vila Belmiro mesmo com os santistas registrando os contratos na CBF.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo