iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/10 - 10:13

Abete pensa em vetar torcida em jogos da Itália no exterior
Incidentes em Sófia motivaram presidente da federação italiana a cogitar possibilidade polêmica

Trivela.com

ROMA (Itália) - Nada de vender ingressos para torcedores italianos quando a seleção atuar fora de casa. Giancarlo Abete, presidente da federação local (FIGC), manifestou seu desejo polêmico por conta dos incidentes ocorridos durante o jogo deste sábado contra a Bulgária, em Sófia, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo-2010.

Na partida, alguns torcedores italianos fizeram saudações fascistas e arremessaram garrafas na direção da torcida búlgara. Três italianos foram detidos após queimarem uma bandeira da Bulgária.

“Não vamos mais pedir ingressos para jogos da Itália no exterior. Não falamos de torcedores, mas sim de pessoas que se comportam mal e mancham a imagem do futebol e de nosso país. Precisamos verificar se algumas pessoas estavam sem ingressos. Sinto muito, porque a maioria dos 144 que foram ao estádio não tinham nada a ver com esta desordem”, afirmou o dirigente, em entrevista à emissora de rádio Anch’io.

Alguns jogadores da seleção italiana se mostraram favoráveis à proposta. “Se este é o único modo de se evitar o que aconteceu em Sófia, então está certo”, afirmou o defensor e capitão Fabio Cannavaro. “É uma decisão que prejudica muitos torcedores que acompanham a seleção com paixão, mas acho que seja correto e eles entenderão isso. Não podemos continuar assim”, opinou o defensor Giorgio Chiellini.

 

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias