iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

12/10 - 10:02

Vaiado por falha, Ashley Cole é perdoado por dirigentes ingleses

“É loucura pensar que uma parte de nossa torcida está vaiando um de nossos jogadores”, disse membro da federação inglesa

Gazeta Esportiva

LONDRES (Inglaterra) - A Inglaterra venceu o Cazaquistão neste sábado por 5 a 1, em jogo no estádio de Wembley válido pelas Eliminatórias Européias para a Copa do Mundo de 2010. No entanto, apesar da goleada, um dos jogadores ingleses teve motivos para deixar o campo bastante chateado: o zagueiro Ashley Cole.

O jogador do Chelsea foi o responsável pelo erro que, no segundo tempo, permitiu aos cazaques marcar seu gol de honra em Londres. No lance, aos 23 minutos, Cole tentou recuar uma bola para a área, mas o passe por cima saiu errado e caiu praticamente nos pés de Zhambyl Kukeyev, que teve apenas o trabalho de bater para o gol.

A infelicidade valeu ao defensor algumas vaias vindas das arquibancadas. No entanto, boa parte dos 90 mil torcedores presentes ao estádio reprovou a ação dos descontentes, enquanto o técnico Fabio Capello assegurou não compreender a motivação das vaias. Cole, em alta, ganhou até mesmo o apoio também dos dirigentes locais.

A Associação Inglesa de Futebol (FA) lamentou o fato ocorrido em Wembley. “É loucura pensar que uma parte de nossa torcida está vaiando um de nossos jogadores”, afirmou um porta-voz da FA. “Aquilo claramente não ajudou o time durante a partida, e certamente não é bom para o jogador”, completou.

A Inglaterra volta a entrar em campo na quarta-feira, quando enfrenta a Bielo-Rússia em Minsk. O resultado deste sábado isolou os ingleses na liderança do Grupo 6 das Eliminatórias, com nove pontos em três jogos – a Ucrânia tem sete e vem no segundo lugar, enquanto a Croácia tem quatro e é terceira.

Leia mais:
Inglaterra desencanta no segundo tempo e goleia Cazaquistão (11/10/2008)


Leia mais sobre: Inglaterra Ashley Cole



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo