iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

12/10 - 19:47

Dunga reclama de maus tratos e insinua sabotagem no almoço
Após a insinuação do treinador, os jogadores do Brasil minimizaram os incidentes na Venezuela

Gazeta Esportiva


SAN CRISTÓBAL (Venezuela) - O técnico Dunga discorda que a seleção brasileira encontrou facilidade na Venezuela. Apesar da goleada por 4 a 0 sobre o adversário neste domingo, ele reclamou que a sua equipe precisou enfrentar uma série de adversidades durante a estadia no país vizinho. Houve até quem vomitasse no estádio Monumental de Pueblo Novo.

“Os países que jogam com o Brasil se unem ao máximo. O maior exemplo disso foi esse jogo. A nossa chegada já foi complicada porque ficamos 1h30 dentro do avião parado. Os próprios empregados do hotel não deixavam os jogadores em paz com motos, buzinas, gritaria e discoteca. E quatro ou cinco atletas passaram mal por causa da alimentação, no almoço. Tiveram ânsia de vômito e vomitaram no intervalo”, reclamou Dunga.

Após a insinuação do treinador, os jogadores do Brasil minimizaram os incidentes. “Alguns jogadores sentiram um mal-estar muito grande. Achamos que foi por causa do almoço, mas sem problemas. Sempre entramos em campos tranqüilos, para fazer o nosso melhor”, desconversou o meio-campista Elano, outro que não revelou os jogadores acometidos.

O resultado obtido pelo Brasil encobriu os problemas. Dunga abriu um sorriso ao comentar a reação nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. “Estamos seguindo o nosso planejamento. Chegamos ao segundo lugar, com 11 gols, o mesmo número do líder Paraguai. Agora é dar continuidade à campanha contra o Colômbia, quarta-feira, no Maracanã”, projetou o técnico.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AFP

Armação para o Brasil
Técnico Dunga reclamou do barulho no hotel e da comida que teria feito cinco atletas passarem mal durante intervalo

Topo