iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/10 - 21:41

Geninho: “cometemos erros básicos. Não sabemos marcar”

Técnico lamentou erros cometidos durante a derrota por 3 a 1 para o tricolor carioca

Gazeta Esportiva

CURITIBA - Logo após a derrota por 3 a 1 de virada para o Fluminense, os jogadores do Atlético-PR afirmaram não terem feito o que o técnico Geninho mandou. Na coletiva de imprensa, o treinador confirmou a informação e se mostrou extremamente incomodado com as falhas apresentadas durante o confronto, o que acabou custando uma vitória em casa.

“Cometemos erro básicos e o Fluminense soube jogar”, afirmou Geninho, que reclamou principalmente do setor de marcação da equipe, responsável por dois pênaltis no primeiro tempo, convertidos por Washington. Na etapa final, o jogador novamente aproveitou falha da zaga para decretar o resultado ao cabecear livre para o gol.

“Ficou mais do que provado que temos dificuldade de jogar ‘abertos’, porque temos sérias deficiências na marcação. Alguns jogadores não têm como característica forte a marcação e isso dificulta a evolução deles e da equipe”, reconheceu o treinador, pedindo mais racionalidade ao grupo para driblar as dificuldades.

“Temos que lamentar alguns vacilos dados e estar conscientes de que os esforços feitos têm que ser acompanhados com atitudes de maneira mais racional, senão o adversário vai jogar sempre nos nossos erros”. Para complicar, Geninho ainda reclamou dos desfalques e da dificuldade para realizar a manutenção do time titular.

“Você tem ainda alguma coisas que não gosto de utilizar como desculpa, mas tivemos uma série de desfalques. Eu ainda não consegui repetir o time nenhuma vez aqui, e não vou fazer isso desta vez, porque, para o próximo jogo, já temos oito daqueles que seriam titulares fora contra o Inter”, completou o técnico.

O próximo compromisso do Furacão acontece em Porto Alegre, contra o Colorado. A partida está marcada para o próximo sábado, às 18h20 (de Brasília), quando a equipe paranaense tentará sair da 17ª colocação, na zona de rebaixamento.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias