iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/10 - 20:26

Empate no Serra Dourada frustra planos Goiás e Inter
Os dois times deixarem o gramado com o sentimento de que a Libertadores 2009 ficou impossível de ser alcançada

Gazeta Esportiva

GOIÂNIA - Todos descontentes. Assim acabou o confronto entre Goiás e Inter, nesse sábado. A partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro terminou empatada por 1 a 1. O resultado fez os dois times deixarem o gramado do Serra Dourada com o sentimento de que a Libertadores 2009 ficou impossível de ser alcançada.

Os gaúchos saíram na frente com gol de Andrézinho no começo da partida. Fahel empatou o jogo após cobrança de escanteio. Iarley desperdiçou a chance da vitória ao desperdiçar cobrança de pênalti.

O placar igual deixou os dois clubes mais distantes do G-4. O esmeraldino se manteve na nona colocação a oito pontos do São Paulo, quarto colocado. O Colorado está logo atrás, com um ponto de desvantagem para os goianos.

Mesmo atuando em casa e com um meio-campo superpovoado, com seis jogadores, o Goiás começou esperando o adversário. O Inter aceitou o convite e foi para cima. O lateral-esquerdo Marcão se desprendia do setor defensivo mais do que o esperado. Num de seus avanços, aos sete minutos, ele achou Nilmar que passou por dois adversários e tocou para Andrézinho anotar o seu primeiro gol nesse Brasileirão.

Os goianos tiveram que sair da espreita e atacar. Mas levaram um susto. Em jogada rápida, Nilmar recebeu lançamento de Daniel Carvalho e com pouco ângulo chutou para fora. Daniel esteve apagado, não aproveitando a oportunidade que tanto clamou. A primeira chegada perigosa do esmeraldinho ocorreu aos 13 minutos com Júlio César. O jogador recebeu entre os defensores colorados, cortou para dentro e bateu por cima da meta do estreante Lauro, que pouco trabalho teve na primeira etapa.

A partida era corrida, com poucas faltas sendo marcadas. Porém, as chances de gols não eram criadas. O Goiás jogava bastante pelos lados, mas sem uma referência na área, não levava perigo. Isso até os 36 minutos, quando após cobrança de escanteio, Fahel subiu mais alto que Índio e empatou o jogo.

Logo depois, Thiago Feltri ganhou na velocidade de Ricardo Lopes, entrou na área e caiu. O árbitro Sálvio Spinola marcou pênalti inexistente. Iarley foi para cobrança e tentou descarregar todo sua mágoa com sua saída do Inter. Exagerou na dose. Exagerou na força, e a bola passou por cima do gol colorado. Os goianos ainda tiveram uma boa oportunidade nos acréscimos. Paulo Baier entrou em velocidade, mas desequilibrado finalizou para fora.

O ritmo do segundo tempo fazia parecer que o empate agradava aos dois times, que não demonstravam disposição muito grande para criar boas jogadas. O primeiro lance de perigo ocorreu aos 13 minutos, Daniel Carvalho lançou Andrézinho que parou na arrojada defesa de Harlei. Na seqüência, Lauro fez sua primeira defesa difícil com a camisa colorada. Iarley cruzou da direita e a bola tomou o rumo do gol, o goleiro foi obrigado a tapear para escanteio.

Com Daniel Carvalho parado no lado esquerdo e Andrézinho sem conseguir se desvencilhar da marcação dos volantes goianos, sobrou para Magrão tentar colocar o time novamente em vantagem. Nilmar estava isolado entre os defensores adversários. Aos 21 minutos, o camisa 11 bateu firme para boa defesa de Harlei. Se na frente a situação era precária, atrás Ricardo Lopes armava as jogadas do esmeraldino. O lateral-direito colorado saiu jogando errado e Paulo Baier, mais uma vez, tocou para fora. Os instantes finais foram de pressão goiana. Mas sem arremates ao gol colorado, que se limitava a espanar o perigo.

No sábado, o Inter recebe no Beira-Rio o desesperado Altético-PR. Para a partida, o Colorado terá as voltas de D’Alessandro, Gustavo Nery e Alex, que desfalcaram o time diante do Goiás. Porém, Índio e Ricardo Lopes, suspensos, ficam de fora. O alviverde irá a Coritiba, no domingo, para enfrentar o Coritiba. Para o jogo, Fredson e Fernando estarão à disposição de Hélio dos Anjos.

FICHA TÉCNICA (Veja como foi o jogo lance a lance)
GOIÁS 1 X 1 INTERNACIONAL

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 11 de outubro de 2008, sábado
Árbitro: Sálvio Spinola Fagundes Filho (Fifa-SP)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Nilson Alves Carrijo (DF)
Renda: R$ 216.670
Público: 13.603
Cartões amarelos: Fahel (Goiás); Ricardo Lopes e Índio (Internacional)
Cartão vermelho: Ricardo Lopes

Gols:
GOIÁS: Fahel, aos 36 minutos do primeiro tempo
INTERNACIONAL: Andrézinho, aos sete minutos do primeiro tempo

INTERNACIONAL: Lauro; Ricardo Lopes, Índio (Danny Moraes), Bolívar e Marcão; Edinho, Magrão, Ramon e Andrézinho (Taison); Daniel Carvalho (Rosinei) e Nilmar
Técnico: Tite

GOIÁS: Harlei; Henrique, Ernando e Rafael Marques; Vítor, Fahel, Fábio Bahia, Júlio César, Paulo Baier (Anderson Gomes) e Thiago Feltri (Romerito); Iarley
Técnico: Hélio dos Anjos

Outros resultados do Brasileirão:


Leia mais sobre: Internacional Goiás Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

goiás inter nilmar

Empate ruim para todos
O atacante Nilmar tenta vencer o goleiro Harley no duelo deste sábado, no Serra Dourada

Topo
Contador de notícias