iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/10 - 12:04

Júlio César reconhece: Brasil tem obrigação de vencer Venezuela

Última apresentação da seleção brasileira deixou má impressão na torcida; jogadores concordam com goleiro

Gazeta Esportiva

TERESÓPOLIS - O Brasil parecia ter engrenado nas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010. Mas depois de vencer o Chile por 3 a 0 em Santiago, em apresentação bastante convincente, a seleção do técnico Dunga voltou a vacilar, demonstrando irregularidade e ficando apenas no empate sem gols com a lanterna Bolívia no jogo seguinte, realizado no Engenhão, no Rio de Janeiro.

O 0 a 0 da última rodada não tirou a seleção brasileira da vice-liderança das Eliminatórias, agora com 13 pontos em oito jogos. Entretanto, o deslize em casa voltou a pressionar a equipe, que tem apenas três vitórias até aqui. Por isso, os próprios jogadores admitem que a pressão por um resultado bom contra o venezuelanos é novamente grande.

“Quando a seleção entra em campo, só tem um resultado (que interessa): a vitória. Sabemos que a responsabilidade é grande, sabemos que a seleção brasileira é observada no mundo inteiro”, afirmou o goleiro Júlio César, que não sabe se a seleção poderá esperar apoio da torcida no compromisso posterior – no caso, contra a Colômbia, no Maracanã, na quarta-feira.

“Olha, é difícil saber”, explicou, pensativo, antes de continuar. “Mas pode ser que sim. Contra o Chile, fizemos uma boa partida, uma das melhores das Eliminatórias na minha opinião, e tivemos pouca torcida contra a Bolívia no Engenhão”, argumentou o goleiro, praticamente assegurado no time titular para a partida em San Cristóbal.

Os demais jogadores concordaram com a necessidade da vitória fora de casa contra os venezuelanos. “É importante voltar de lá com os três pontos”, explicou o volante Gilberto Silva. “No returno, temos jogos difíceis”, completou, lembrando que o Brasil estreou nas Eliminatórias com outro empate por 0 a 0 – desta vez, contra a Colômbia, em Bogotá.

Reserva de Júlio César no gol brasileiro, Doni concorda com a necessidade de vitória na Venezuela. No entanto, reforçou o pensamento de outros jogadores, e pediu respeito com os anfitriões da partida do final de semana. “Acho que tem que respeitar bastante. A Venezuela não é um time de tradição, mas os jogos fora de casa exigem atenção”, alegou o goleiro da Roma.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo