iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/10 - 09:49

Felipe esquece Europa para fazer história no Corinthians

Goleiro não sofre gols no Pacaembu há pouco mais de 800 minutos e praticamente descarta ir jogar na Europa

Gazeta Esportiva


SÃO PAULO - O goleiro Felipe não coloca mais uma transferência para o futebol europeu como meta para a sua carreira. Em entrevista à Rádio Record , o jogador afirmou que almeja longevidade no Parque São Jorge, para associar a sua imagem ao Corinthians como fizeram colegas de posição com outros clubes.

“Não penso em sair para o exterior. É mais difícil para um goleiro e também não tenho passaporte. Não há motivos para deixar o Corinthians, a não se que fosse algo muito melhor. O clube vai brigar por títulos e quero fazer história aqui, assim como o Marcos no Palmeiras e o Rogério no São Paulo”, projetou Felipe.

Antes de confirmar a sua permanência no Corinthians para a atual temporada, o goleiro reivindicou aumento salarial e recebeu assédio do Fluminense. Continuou insatisfeito na equipe paulista até ser afastado pelo técnico Mano Menezes após o vice-campeonato da Copa do Brasil, por falta de empenho. Mas abafou a possibilidade de uma transação ao ser reintegrado.

Os tempos são outros. Avesso às entrevistas para evitar novas polêmicas, Felipe não sofre gols no Pacaembu há pouco mais de 800 minutos. É um dos comandantes da melhor defesa da Série B do Campeonato Brasileiro, vazada apenas 20 vezes em 29 partidas. “O mérito é de todo mundo. No Corinthians, todos estão se ajudando”, afirmou.

A boa fase não deixa Felipe ansioso por uma convocação para a seleção brasileira. Segundo ele, o plano de seguir no Corinthians atrapalha a possibilidade de chamar a atenção do técnico Dunga. “Todo mundo pensa em ir, mas faz tempo que não um goleiro que joga no Brasil não é chamado. A gente não sabe os critérios, se a preferência é por atletas de fora. Vários que atuam aqui merecem uma chance, como o André Santos”, reivindicou.

Por fim, Felipe provou que aprendeu a fugir de polêmicas. Após revelar ódio pelo Bahia no mesmo dia em que criticou seu uniforme amarelo ainda no primeiro turno da Segunda Divisão, desta vez o goleiro revelado pelo Vitória desconversou sobre o rival do sábado de 18 de outubro.

“Não interessa o adversário contra quem vamos subir à Série A, se é o Bahia ou ouro qualquer. Queremos ficar tranqüilos para sair nas ruas e dizer que colocamos o Corinthians no seu verdadeiro lugar. Os jogadores que estavam aqui no ano passado tirarão um piano das costas. Passa a ser uma obrigação ainda maior”, reconheceu Felipe. O Bahia foi o primeiro time que conseguiu vencer o Corinthians na Série B.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Símbolo corintiano
Goleiro afirma que falta de passaporte dificultaria jogar na Europa e que quer fazer história no Timão

Topo