iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/10 - 17:43

“Temos que deixar de ter medo, somos a França”, apela Ribery

Seleção vem sendo pressionada desde a eliminação na primeira fase da Eurocopa, com começo irregular nas Eliminatórias

Gazeta Esportiva

PARIS (França) - A eliminação da França na primeira fase da Eurocopa e as críticas pelo início nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010 têm incomodado Franck Ribery. O meia foi desfalque por lesão na derrota para a Áustria e a sofrida vitória diante da Sérvia nas primeiras rodadas do classificatório ao Mundial, mas detectou de longe o problema de seus companheiros: medo.

Cansado da pressão, o astro do Bayern de Munique invocou as tradições dos Bleus, bicampeões europeus e campeões mundiais em 98, para motivar a equipe. “Durante os dois últimos jogos, senti que estávamos com medo de tentar. Temos que correr riscos. Somos a França, temos bons jogadores. Temos que desfrutar disso em campo”, solicitou o jogador.

Com este ânimo, o meio-campista, que teve de operar o tornozelo depois da Eurocopa, se diz pronto para atuar por pelo menos 70 minutos diante da Romênia neste sábado, na casa do adversário. Um duelo que pode custar o cargo do técnico Raymond Domenceh. Algo que não incomoda Ribery.

“É importante não pensarmos no passado. Temos que pensar somente no futuro e nos concentrar nos três pontos que precisamos”, aponta o jogador, preocupado com a situação francesa no grupo 7 – a equipe está em quarto lugar, com três pontos, em chave liderada pela Lituânia.

Nos planos de recuperação de seu país na briga por uma vaga na Copa do Mundo de 2010, a grande esperança do time conta com Gourcuff. “Ele é um jogador que lê bem a partida, está sempre em boa posição e se sente bem com a bola. Pode ser útil nas tabelas e para achar espaços para mim”, elogia Ribery.


Leia mais sobre: seleção francesa Franck Ribery



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo