iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/10 - 00:03

Empate antes do clássico faz Verdão perder ponta para Grêmio

Equipe gaúcha abriu dois pontos em relação ao alviverde paulista, que faz o clássico contra o São Paulo na próxima rodada

Gazeta Esportiva

FLORIANÓPOLIS - Normalmente, empatar com o Figueirense fora de casa é um resultado aceitável. Mas o placar de 0 a 0 obtido pelo Palmeiras em Florianópolis nesta quarta-feira custou caro: o time paulista perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro para o Grêmio, que derrotou o Santos no Olímpico.

Com dois pontos a menos em relação aos gaúchos, o Palmeiras ainda parte para um compromisso complicado na próxima rodada. Após o intervalo para os jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, o time do técnico Vanderlei Luxemburgo joga o esperado clássico contra o São Paulo, no dia 19, no Parque Antártica.

Um dia antes, o Figueirense (33 pontos) tem a chance de caminhar mais para fugir do fantasma do rebaixamento da Série B. Os catarinenses atuam novamente em casa. O adversário será o irregular Ipatinga.

O confronto na capital catarinense teve tempos distintos. Na etapa inicial, o Palmeiras criou as melhores chances, mas pecou na finalização, principalmente com Elder Granja. Nos 45 minutos finais, um jogo mais emocionante, com as equipes perdendo oportunidades incríveis.

O jogo
O torcedor que compareceu ao Orlando Scarpelli pôde ver um confronto quente nos instantes iniciais. O Figueirense ameaçou imprimir uma pressão, mas o Palmeiras logo buscou o ataque. Aos três minutos, o primeiro lance polêmico. Alex Mineiro recebeu na esquerda e cruzou para o desvio de Kléber para as redes. O árbitro Leonardo Gaciba marcou impedimento duvidoso no início da jogada.

A pegada das duas equipes era extremamente forte. Em cinco minutos, Gaciba mostrou dois cartões amarelos, para Magal, do Figueirense, e Leandro, do Palmeiras. Enquanto o Grêmio abria o placar diante do Santos, o Verdão resolveu aumentar o ritmo. De forma consecutiva, os visitantes perderam duas chances, no arremate de Diego Souza que parou no goleiro Wilson e na cabeçada de Gustavo por cima.

Assustado, o Figueirense passou a utilizar as faltas para intimidar os atacantes do Palmeiras. Em 22 minutos, a equipe catarinense já havia cometido 11 infrações. Sem espaço de penetração, os dois times passaram a arriscar chutes de longe, mas erravam o alvo. Aos 31 minutos, o Verdão voltou a superar a marcação do rival. Elder Granja recebeu passe de Kléber e, livre dentro da área, isolou a bola para frustração dos palmeirenses.

O lance acordou as equipes. No contra-ataque, o Figueirense deu o troco. Aos 37 minutos, Roque Júnior deu condição para Bruno Santos invadir a área sem marcação. Arrojado, Marcos fechou o ângulo e desviou a finalização do atacante do catarinense. Pouco depois, o Palmeiras voltou a lamentar o desperdício de uma boa oportunidade. O vilão: novamente Elder Granja. Desta vez, o camisa dois mandou a bola na rede pelo lado de fora.

Entusiasmo
O Figueirense mudou de postura no começo do segundo tempo e passou a pressionar o rival da capital paulista. Preocupado, Wanderley Luxemburgo tomou uma atitude rápida e colocou Léo Lima no lugar de Jumar, que estava em campo pendurado com um cartão amarelo.

Sentindo claras dificuldades com o bom rendimento do Figueirense, o Palmeiras começou a se perder na parte disciplinar. No espaço de sete minutos, Elder Granja, Kléber e Léo Lima acabaram advertidos com o cartão amarelo. O lances dos dois últimos geraram reclamações dos catarinenses, que solicitaram a expulsão dos adversários.

Depois da entrada de Evandro na vaga de Alex Mineiro, o Palmeiras finalmente acordou. Mas foi preciso uma jogada de bola parada. Aos 22 minutos, Leandro bateu escanteio da direita para a cabeçada de Kleber. A bola tocou na trave, em Wilson e foi pela linha de fundo. No minuto seguinte, um lance ainda mais impressionante em favor do Figueirense. Diogo bateu cruzado da direita e Tadeu conseguiu perder, sem goleiro, dentro da pequena área.

Nos 15 minutos finais, Luxemburgo fez a última tentativa para ganhar os três pontos. Denílson substituiu Elder Granja, a mesma alteração da vitória do final de semana diante do Atlético-MG. A substituição trouxe efeito. O Palmeiras chegou muito próximo do gol. Na melhor chance, aos 42 minutos, Evandro superou o goleiro Wilson, mas Alex tirou em cima da linha.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 0 X 0 PALMEIRAS  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 08 de outubro de 2008, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (Fifa-RS)
Assistentes: José Antonio Chaves Franco Filho e Paulo Ricardo Silva Conceição (ambos RS)
Cartões amarelos: Magal e Alex (Figueirense); Leandro, Elder Granja, Jumar, Léo Lima e Kléber (Palmeiras)

FIGUEIRENSE:
Wilson; Alex, Bruno Perone e Asprilla; Diogo, Magal, Gomes (Rodrigo Fabri), Cleiton Xavier e Marquinho; Tadeu (Ramón) e Bruno Santos (Jackson)
Técnico: Mário Sérgio

PALMEIRAS: Marcos; Gustavo, Roque Júnior e Martinez; Elder Granja (Denilson), Sandro Silva, Jumar (Léo Lima), Diego Souza e Leandro; Kléber e Alex Mineiro (Evandro)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.


Leia mais sobre: Palmeiras Figueirense Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Resultado ruim
O Palmeiras precisava da vitória para se manter na ponta, já o Figueira, para sair da rabeira

Topo