iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/10 - 12:23

Douglas Costa agrada e pode seguir como titular do Grêmio

Jovem meia do Grêmio, de 18 anos recém-completados, tem multa rescisória de R$ 80 milhões

Gazeta Esportiva


PORTO ALEGRE - Após quatro jogos sem vencer à frente do Grêmio, contra Fluminense, Goiás, Atlético-PR e Internacional, o técnico Celso Roth encontrava-se numa situação bem complicada. O treinador tricolor estava desfalcado de seus três meias (Tcheco, Souza e Orteman), e limpou sua barra graças a um articulador na sua cartola: da equipe júnior, o técnico chamou Douglas Costa.

O jogador era mais um garoto escalado para enfrentar o Botafogo – ao todo, eram sete garotos criados nas categorias de base do clube. Mas Roth não se arrepende nem um pouco de sua decisão. Douglas marcou um dos gols na vitória sobre o Botafogo por 2 a 1. Na quarta-feira, fez o passe para Richard Morales abrir o placar e cobrou a falta que resultou no segundo gol gremista na vitória sobre o Santos por 2 a 0.

“Temos que ter calma com ele, porque lê é um menino que pode produzir mais. Hoje (quarta-feira), ele foi um pouco melhor individualmente do que no primeiro jogo. Teve participações de vitória pessoal. Ele pode nos dar isso com mais freqüência. Ele nos dá consistência tática porque ele participa bem da marcação”, comentou Roth que não escondia o orgulho pela atuação do menino.

Douglas, de 18 anos recém-completados, tem multa rescisória de R$ 80 milhões. Desde 2002 no Grêmio, o jogador vem recebendo atenção especial dos dirigentes, que não querem expô-lo demais. Diante do Peixe, foi responsável por boas jogadas individuais e demonstrando uma participação efetiva quando a equipe não possuía a bola.

“Nesse momento ele é titular. Está trabalhando para isso e ficou mais evidenciado ainda. Metodologia que temos aqui sempre é a do melhor no momento. Vamos continuar assim. Ele mostrou eficiência no 3-5-2, onde o meia é prejudicado no sentido físico. O Tcheco é também um jogador titular. Mas isso eu tenho uma semana para trabalhar”, esclareceu o comandante gremista.

A declaração de Roth dá margem a duas opções de formação para o Grêmio enfrentar a Portuguesa, dia 19. A primeira é manter o 3-5-2 colocando Tcheco no lugar de um dos volantes – hipótese pouco provável. A segunda seria o retorno do capitão tricolor, que esteve fora de duas partidas devido à suspensão, e a mudança do esquema tático para o 4-4-2, com a saída de um dos zagueiros.

A troca de sistema vem sendo ventilada no Estádio Olímpico desde a derrota por 2 a 1 para o Goiás no início de setembro. A intenção do treinador era abandonar o trio de defensores diante do Santos, mas Souza voltou a sentir lesão na coxa e a idéia foi arquivada.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Jovem promessa
Com multa de R$ 80 milhões, meia Douglas Costa vem ganhando espaço no Grêmio

Topo