iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/10 - 14:14

Diretoria do Inter garante: Walter pode jogar
Especulação é que Walter teria duas certidões de nascimento, uma feita por usa mãe e outra pelo pai

 

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Os supostos problemas de documentação do atacante Walter, especulados nos últimos dias, foram desmentidos pela diretoria do Internacional nesta quinta-feira. O empresário do jogador, os dirigentes colorados e o próprio atleta garantem que não há nenhum tipo de irregularidade na inscrição do jovem jogador, de apenas 19 anos.

A especulação é que Walter teria duas certidões de nascimento, uma feita por usa mãe e outra pelo pai. Porém, o fato foi desmentido com veemência pelo assessor de futebol do Inter, o ex-presidente Fernando Carvalho.

“Dizem que Walter teria dois registros, não é? Um feito pelo pai, outro feito pela mãe, que são separados. Mas não é verdade. Fomos atrás de todas as certidões e só há um registro. Ele não é aproveitado no time de cima porque há outros jogadores na frente”, declarou o dirigente.

O discurso de Carvalho refuta também a possibilidade de existir qualquer tipo de problema no vestiário envolvendo o jogador. Porém, bate de frente com o que o técnico Tite disse. O comandante colorado afirmou na terça-feira que apenas a direção poderia explicar os motivos do afastamento do jogador do grupo principal e preferia não tecer nenhum tipo de comentário sobre a situação.

Na manhã desta quinta-feira, Walter foi liberado para conceder entrevista e demonstrou estar chateado com sua situação. O atacante reiterou as versões de seu empresário, Humberto Rimoli, de que não há a menor possibilidade de ele ser ‘gato’. O jogador ainda relatou sentir a pressão de estar na equipe principal.

“Isso é uma coisa triste. Na equipe júnior, estou mais acostumado, mais entrosado. Tenho jogado mais. No profissional, é diferente. Há uma cobrança maior. Mas o Tite vai me dar uma chance e vou agarrar ela com as duas mãos”, prometeu Walter, que não pela equipe principal desde 30 de julho, na derrota em casa para o Santos.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo