iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/10 - 14:18

Capitão, Bruno minimiza reencontro com o Galo

Revelado pelo clube mineiro, capitão Bruno descarta uma emoção diferente por enfrentar o ex-time

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Na ausência de Fábio Luciano, suspenso, o técnico Caio Júnior escolheu o goleiro Bruno para ser o capitão do Flamengo no jogo de sábado, contra o Atlético-MG. Revelado pelo clube mineiro, Bruno descarta uma emoção diferente por enfrentar o ex-time.

”A motivação é como em todos os jogos. Não tem nada de especial não. O pensamento é só de ajudar o Flamengo a conquistar o título” afirmou Bruno que, no entanto, admitiu uma maior motivação após o nascimento da filha Maria Eduarda, na última segunda-feira.

“Minha filha acabou de nascer, a gente tira um peso das costas, pois ela está em casa, bem cuidada. Agora a gente fica mais tranqüilo para fazer o nosso trabalho pelo Flamengo”, completou.

Ciente da importância de um triunfo, o arqueiro procura alertar os companheiros para as dificuldades que o time mineiro poderá impor ao Flamengo no Maracanã.

”O Atlético-MG é um time perigoso com jogadores jovens e outros experientes como o Pet. Mas o Flamengo estará diante de sua torcida, brigando pelo título, e entrará em campo para buscar a vitória”, comentou Bruno.

Na manhã desta quinta, o goleiro teve que esperar alguns de seus companheiros para que o coletivo fosse realizado. Isto porque alguns jogadores enfrentaram dificuldades no trânsito e chegaram atrasados à Gávea, casos de Kléberson, Marcelo Lomba, Jaílton, Luizinho e Marcelinho Paraíba.

No final, os reservas acabaram vencendo o coletivo por 1 a 0, gol de Thiago Sales. O último treinamento do Flamengo visando o jogo com o Atlético-MG acontece na manhã desta sexta-feira, novamente na Gávea.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo