iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/10 - 17:46

Presidente da federação argentina garante Basile como técnico

"Mesmo que perca, Basile não sai. Sempre disse que o mais difícil é conseguir a vaga para o Mundial", disse Grondona

EFE

BUENOS AIRES (Argentina) - O presidente da Associação do Futebol Argentino (AFA), Julio Grondona, assegurou que o técnico Alfio Basile continuará no cargo mesmo se a seleção não for bem nos jogos diante de Uruguai e Chile, pelas Eliminatórias Sul-Americanas à Copa de 2010.

"Mesmo que perca, Basile não sai. Como este é o esporte mais popular, as coisas são difíceis no futebol argentino. Sempre disse que o mais difícil é conseguir a vaga para o Mundial", comentou o dirigente à "Rádio 10", de Buenos Aires.

A imprensa argentina vem divulgando rumores sobre uma possível demissão do treinador, que já acumula cinco rodadas sem vitória nas Eliminatórias - uma derrota e quatro empates.

"A seleção participa de uma disputa cada vez mais equilibrada, não é fácil", disse Grondona, que como presidente da AFA teve como treinadores César Menotti, Carlos Bilardo, o próprio Alfio Basile (1990-94), Daniel Passarella, Marcelo Bielsa, José Pekerman e novamente Basile, desde 2006.

"A situação mudará totalmente quando a equipe garantir a classificação ao Mundial, explicou Grondona. Desde a derrota para a Colômbia fora de casa, a Argentina empatou com Equador, Brasil, Peru e Paraguai. O time está na terceira posição, com 13 pontos e perdendo para os brasileiros nos critérios de desempate. A liderança é dos paraguaios, com 17.

O assessor de imprensa da federação declarou que Alfio Basile decidiu não falar aos jornalistas após a partida de sábado com o Uruguai, no estádio Monumental de Nuñez da capital argentina.


Leia mais sobre: Argentina Alfio Basile



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo