iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/10 - 18:57

“Não preciso conversar com o Kaká”, afirma Dunga

Relação entre ambos estremeceu após o jogador decidir passar por uma cirurgia em junho, mas isso parece superado

Gazeta Esportiva

TERESÓPOLIS - Enquanto Kaká manifestou apoio à permanência de Dunga na seleção, o próprio técnico afirmou na tarde desta terça-feira que não tem qualquer problema com o meia do Milan. A relação entre ambos estremeceu após o jogador decidir passar por uma cirurgia em junho, pouco antes de dois importantes jogos do time canarinho nas Eliminatórias, contra Paraguai e Argentina.

“Foi um encontro bom, sempre gostaríamos de contar com o Kaká, queremos contar com todos os jogadores sempre. Ele estava afastado por lesão e agora está voltando com vontade, trabalhando como qualquer outro jogador, que sempre encontra um bom ambiente aqui”, comentou Dunga, em entrevista coletiva concedida logo após o treino da seleção nesta tarde, na Granja Comary, em Teresópolis.

Mesmo após a polêmica, que chegou a gerar um atrito entre Dunga e o médico da seleção, José Luiz Runco, que operou o atleta, o técnico da seleção não vê a necessidade uma conversa particular com o jogador, que não defende a equipe de seu país há 11 meses. “Não tenho que conversar com ele, nós não temos nenhum problema. Não posso convocar algum jogador que esteja contundido, ele não pode ser obrigado a jogar sem condições”, explicou.

Sem qualquer tipo de problema com o meia, Dunga espera que Kaká não decepcione no seu retorno ao time canarinho, que duela no próximo domingo, contra a Venezuela, fora de casa, e ante a Colômbia, três dias depois, no Maracanã. “Espero que o Kaká seja o Kaká. Que volte a mostrar o bom futebol que nós conhecemos, nada mais do que isso”, concluiu o treinador.


Leia mais sobre: Kaká Dunga



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Dunga precisa dele
Kaká é uma das maiores esperanças do treinador para que a torcida esqueça o fiasco contra Bolívia

Topo