iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/10 - 22:32

Na estréia de Ferdinando Teixeira, Bahia vence Vila Nova

Com o segundo tropeço consecutivo, equipe goiana corre risco de deixar o G-4 da Série B

Gazeta Esportiva


FEIRA DE SANTANA - O Bahia aproveitou a estréia do técnico Ferdinando Teixeira e conseguiu fazer o que não vinha sendo possível nas últimas rodadas: o time mostrou poder de reação e venceu, de virada, o vice-líder Vila Nova, por 3 a 2. O artilheiro Túlio Maravilha participou dos dois gols goianos, mas não pôde evitar o tropeço que deixa a equipe com a segunda posição ameaçada por Santo André e Avaí.

A partida começou com pressão do Vila Nova, que precisava da vitória para a manutenção da vice-liderança da Série B – o time iniciou o jogo empatado em pontos com o Santo André, e apenas um atrás do Avaí. E com o recém-eleito vereador de Goiânia Túlio Maravilha em campo, o placar não ficou no zero por muito tempo.

Aos 25 minutos, o artilheiro da Série B do Brasileirão recebeu bom cruzamento e, livre, dominou no peito antes de fuzilar para o gol de Darci abrindo o placar. Foi o 22º gol do jogador na competição e o 858º de sua carreira, de acordo com suas próprias contas. Com o gol, o Vila Nova se acalmou em campo e viu o Bahia se aproxima cada vez mais de sua meta.

Três minutos depois de gol, Emerson Cris aproveitou sobra na grande área e, de bico, carimbou a trave direita de Max. Era um aviso de que, aos 35 minutos de jogo, o gol sairia: Marcelo Ramos mergulhou ‘de peixinho’ dentro da área e desviou de cabeça, empatando o confronto.

Na estréia do técnico Ferdinando Teixeira, o time da casa ainda contou com a sorte e chegou à virada aos 39 minutos, quando Ávine fez cruzamento, o zagueiro Heleno tentou afastar com um chutão e acabou acertando a bola em Danilo Cruz, antes de morrer no fundo das redes.

De volta para o segundo tempo, os times fizeram um jogo mais aberto e logo aos 4 minutos, Marcelo Ramos ampliou a vantagem tricolor no Estádio Jóia da Princesa. O jogador recebeu na entrada da área e bateu de categoria para tirar a bola dos três zagueiros que o cercavam e do goleiro Max.

Apesar de ficar atrás no placar, em nenhum momento o Vila Nova deixou de atacar, especialmente com a forte presença de Pedro Junior no setor ofensivo. E a persistência do time acabou premiando-o aos 29 minutos, quando Túlio recebeu cruzamento e ajeitou de cabeça para Amaral finalizar bonito, descontando.

Com a possibilidade de evitar a derrota com mais um gol, o Vila Nova se jogou para cima do Bahia e desperdiçou algumas chances. Nos minutos finais, sobraram chutões em direção à área, o que acabou não surtindo efeito.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 3 X 2 VILA NOVA

Local: Estádio Jóia da Princesa, em Feira da Santana-BA
Data: 7 de outubro de 2008 (terça-feira)
Horário: 20h30 (Brasília)
Árbitro: Arnoldo Vasconcelos Figarela (RO)
Assistentes: Carlos Jorge Titara da Rocha (AL) e Pedro Jorge Santos de Araúlo (AL)
Cartões Amarelos: Willames (Bahia); Marcel, Heleno e Pedro Junior (Vila Nova)
Gols: BAHIA: Marcelo Ramos, aos 35 minutos do primeiro tempo e aos 3 do segundo tempo; Danilo Cruz, aos 40 mintuos do primeiro tempo;

VILA NOVA: Túlio, aos 26 minutos do primeiro tempo e Amaral, aos 29 minutos do segundo tempo.

BAHIA: Darci; Rogério Rios (Fábio), Cléber Carioca, Rogério e Ávine; Willames, Marcone, Emerson Cris (Rafael) e Danilo Cruz (Ananias); Paulo Roberto e Marcelo Ramos.
Técnico: Ferdinando Teixeira.

VILA NOVA: Max; Osmar, Carlinhos, Luis Carlos e Marcel; Heleno (Amaral), Alisson, Caíco (Bruno Batata) e Reinaldo (Guilherme); Pedro Junior e Túlio Maravilha.
Técnico: Givanildo Oliveira


Leia mais sobre: Vila Nova Bahia Série B



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Futura Press

Bem nas urnas, mal em campo...
Mais novo vereador de Goiânia, Tulio marcou um gol, mas o Vila perdeu

Topo