iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/10 - 16:02

Luís Fabiano vê Alex Mineiro e Kléber Pereira como concorrentes na seleção

Cortado das próximas partidas da seleção, ex-são-paulino sabe que a disputa pela camisa 9 está acirrada

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O atacante Luís Fabiano se firmou como atacante titular da seleção brasileira nas rodadas passadas das Eliminatórias da Copa do Mundo. Cortado das próximas partidas em função de contusão, o ex-são-paulino sabe que a disputa pela camisa nove está acirrada e inclui também na briga dois jogadores que estão se destacando no futebol nacional.

“Eu acho que são concorrentes todos os camisas nove brasileiros que estão bem no momento. Vejo Pato, Adriano, Alex Mineiro, Kléber Pereira... São todos concorrentes e têm possibilidade de serem chamados. Todos estão bem, mas quem convoca é o Dunga”, salientou.

O santista Kléber Pereira é o atual artilheiro do Brasileirão, com 20 gols, enquanto o palmeirense Alex Mineiro aparece em segundo na lista, com 17. No entanto, como ambos estão fora da seleção, os jogadores que estão mais próximos da disputa com Luís Fabiano são Alexandre Pato e Adriano.

“O Adriano e o Pato são meus concorrentes que estão lá, e eu estou aqui fora. Se fizerem um trabalho bom, acredito que eles podem continuar também. Eu entrei na seleção em uma lesão de companheiro e agora saí por minha lesão”, ponderou.

A primeira vez em que foi convocado pelo técnico Dunga para a seleção foi justamente para substituir um jogador contundido. No ano passado, antes das partidas contra Peru e Uruguai pelas Eliminatórias, o atleta foi chamado para o lugar de Afonso, lesionado.

Agora, o ex-são-paulino vê a sombra de um jogador que assumiu seu lugar no elenco verde-amarelo. Com um problema muscular na coxa direita, Luís Fabiano cedeu sua vaga para Adriano. Mesmo ciente da concorrência, o atacante torce por vitórias do Brasil nos próximos jogos, diante de Venezuela e Colômbia.

“Estou tranqüilo. Nas últimas partidas, eu joguei bem e fiz minha parte. Se a seleção for bem nessas duas próximas partidas, sei que o treinador vai pensar antes de mudá-la. No futebol, quando um time está ganhando, o treinador não pensa em mudanças. Mas estou tranqüilo e torço para a seleção ir bem. Eu estou bem na seleção e venho conquistando espaços. Enquanto estiver bem, acho que o Dunga estará olhando para mim”, concluiu.


Leia mais sobre: Luís Fabiano seleção brasileira



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo