iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/10 - 21:52

Grêmio joga com um olho no Peixe e outro no Porco

Equipe gaúcha precisava vencer o Santos e ainda torcer pelo tropeço do Palmeiras 

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Quando a bolar rolar nesta quarta-feira, às 22 horas (Brasília), para Grêmio e Santos, os gremistas também estarão apreensivos pelo o que ocorrerá em Florianópolis, entre Figueirense e Palmeiras, que se enfrentam no mesmo horário. A vitória no Estádio Olímpico pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro é vital para as pretensões tricolores no torneio.

Já o Peixe quer se distanciar da zona de rebaixamento.

Emparelhado com o Verdão na liderança da competição com 53 pontos, porém, com uma vitória a menos, o Grêmio quer é vencer em casa e ver o rival tropeçar diante do Figueira. A estratégia adotada pelo técnico Celso Roth é de sigilo total. Todos os treinos da semana foram realizados sem a presença da imprensa e dos torcedores.

“Quanto mais cobrança, mais superamos nossos limites. Trabalhamos com a hipótese de voltar a ser líder, nessa ou na outra rodada. Trabalhamos com todas as hipóteses. Queremos voltar à ponta o mais rápido possível”, afirmou o lateral direito Felipe Mattione que ganhou definitivamente a posição de titular do experiente Paulo Sérgio.

O esconde-esconde de Roth dá margem a especulações sobre uma possível troca de esquema tático, uma alternativa que é aventada há algum tempo. A saída do 3-5-2 para o 4-4-2 ganhou força com a suspensão do zagueiro Léo. Seu substituto natural seria Jean, porém este ainda não ganhou a confiança do treinador. A vaga deixada pelo defensor pode ser preenchida pelo meia Souza, recuperado de lesão na coxa. Dessa maneira, o jovem Douglas Costa segue na equipe. O garoto de 18 anos estreou marcando gol no sábado na vitória sobre o Botafogo.

Outro jogador que retorna ao time é o atacante Perea, que volta após entorse no tornozelo. O colombiano formará uma dupla de ataque castelhana ao lado do uruguaio Morales, o que levará a torcida gremista à loucura. Porém, o zagueiro Pereira, com problemas musculares, e o meia Tcheco, suspenso, seguem de fora.

Do lado do Santos, o clima é de confiança após a goleada sobre o Atlético-PR, por 4 a 0, na última rodada. Só que toda esta motivação contrasta com o seu desempenho fora de casa. O Peixe não vence longe da Vila Belmiro desde o dia 30 de julho, quando bateu o Internacional, por 1 a 0. Este foi o único triunfo santista como visitante no Brasileirão.

Levando este aspecto em consideração, o técnico Márcio Fernandes desvaloriza os comentários de que o Peixe sairá satisfeito de Porto Alegre se conseguir um empate. “É difícil atuar no Olímpico contra o Grêmio, que é uma equipe grande. Temos que buscar o resultado. Nós vamos para o sul para jogar futebol, sabendo que eles são os favoritos, só que estamos dispostos a complicar o jogo. Se o empate acontecer será algo natural, mas o nosso pensamento é sair de lá com uma vitória”, comentou.

Derrotar o vice-líder Grêmio diante de sua torcida – o Tricolor Gaúcho só perdeu uma vez em casa neste campeonato, para o Goiás – não será uma das tarefas mais fáceis.Para deixar a missão do Santos ainda mais complicada, o time não poderá contar com o goleiro Fábio Costa, os meias Michael e Róbson – todos entregues ao Departamento Médico -, além do lateral Kléber, que foi convocado pelo técnico Dunga para defender a seleção brasileira diante de Venezuela e Colômbia, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010.

Sem nenhum desses jogadores à disposição, o treinador Márcio Fernandes pensa na melhor formação para enfrentar os gaúchos. A tendência é que o comandante alvinegro mantenha a base da equipe nos últimos jogos, com Molina ocupando a vaga de Michael na meia, enquanto Fábio Santos leva vantagem sobre Carleto, na disputa para saber quem irá substituir Kléber.

Muito elogiado por Márcio Fernandes após a vitória sobre o Furacão, no sábado, o colombiano Molina quer repetir a dose e ajudar o Peixe a vencer fora de casa novamente.

“Será difícil enfrentá-los atuando em Porto Alegre, pois o Grêmio vem numa briga com o Palmeiras, tentando recuperar a primeira posição. Eles vão fazer de tudo para voltar à liderança. É um dos rivais mais fortes do torneio, mas confio no nosso grupo, na vontade que todos estamos de ganhar. Só assim conseguiremos nos manter nessa zona da Sul-americana, escapando definitivamente da briga contra o rebaixamento”, analisou.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X SANTOS

Local:
Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 8 de outubro de 2008, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (Fifa-RJ) e Ricardo Maurício Ferreira de Almeida (RJ)

GRÊMIO: Victor; Jean (Souza), William Thiego e Rever; Felipe Mattioni, Rafael Carioca, Willian Magrão, Douglas Costa e Hélder; Perea e Morales
Técnico: Celso Roth

SANTOS: Douglas; Wendel, Domingos, Fabiano Eller e Fábio Santos (Carleto); Roberto Brum, Rodrigo Souto, Bida e Molina; Nelson Cuevas e Kléber Pereira
Técnico: Márcio Fernandes


Leia mais sobre: Grêmio Campeonato Brasileiro



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo