iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/10 - 14:57

Acordo entre AFA e Barça deve tirar Messi de amistosos

O atleta só jogaria nas Eliminatórias Sul-americanas e em uma posterior Copa do Mundo

Gazeta Esportiva

BARCELONA (Espanha) - Se o Barcelona teve que ceder o atacante Lionel Messi para a seleção argentina que venceu o torneio das Olimpíadas de Pequim, agora receberá o seu bônus. Dificultando a liberação do avante para os Jogos, o clube catalão à época pechinchou junto à Associação de Futebol Argentina (AFA), que o jogador fosse liberado de partidas amistosas.

Três dirigentes do Barcelona estariam, segundo o jornal Mundo Desportivo, na Argentina para assinar um acordo com a AFA, que já tiraria Messi da partida da Argentina com a Escócia, em Glasgow, no próximo 19 de Novembro.

Além disso, não participaria de outros amistosos previstos para esta temporada. O atleta só jogaria nas Eliminatórias Sul-americanas e em uma posterior Copa do Mundo.

“É uma prioridade do clube para proteger o jogador de futuras lesões e cansaço”, explica Txiki Beguiristain, secretário do Barcelona. Os dirigentes do Barça ficarão para assistir ao jogo entre Argentina e Uruguai, no sábado, pelo torneio qualificatório continental, em Buenos Aires.

A ida de Lionel Messi para as Olimpíadas foi uma verdadeira novela. Até o último momento, o treinador Sergio Batista não tinha certeza que poderia contar com o craque na China. O Barcelona tentou contar com o jogador até o último minuto para a fase da Copa dos Campeões da Uefa. Na época, o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS, em francês) disse que os clubes não tinham obrigação de liberar os jogadores para as seleções, como pede a Fifa. Mas os times e as seleções selaram um acordo.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo