iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/10 - 18:01

Vadão exige personalidade e raça no Azulão

Time é o décimo colocado com 40 pontos, dez a menos do que o Avaí, quarto e último da zona de acesso para a Série A

Gazeta Esportiva

SÃO CAETANO DO SUL - Antes de encarar o Marília nesta terça-feira pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Vadão exigiu empenho dos atletas do São Caetano. Para o treinador, este é o segredo para a equipe do Anacleto Campanella manter a boa fase na Segundona e continuar sonhando com o retorno à elite nacional.

“Quero um time agressivo e com personalidade, assim como aconteceu no empate com o Corinthians e na vitória sobre o Barueri”, pediu Vadão, lembrando o empate por 2 a 2 com o Timão e a virada por 2 a 1 sobre a Abelha nas duas últimas partidas do Azulão, agora décimo colocado com 40 pontos – dez a menos do que o Avaí, quarto.

“Restam apenas nove partidas pela frente e, se queremos mesmo subir, precisamos embalar e ganhar umas quatro partidas seguidas”, calculou o treinador do São Caetano, invicto há quatro rodadas (com duas vitórias e dois empates).

As próximas vítimas de Vadão, assim, foram nomeadas. Além do MAC, adversário desta terça em São Caetano do Sul, o clube azul encara o ABC em Natal e, depois, recebe Bahia e Ceará no Anacleto Campanella. Dos três times, apenas o Tricolor de Salvador não aparece tão ameaçado pelo rebaixamento (tem 39 pontos).

“São adversários perigosos, que darão a vida para fugirem da Série C. Respeitamos muito essas equipes, mas queremos subir ainda mais na tabela e isso só vai acontecer se fizermos a nossa obrigação”, lembrou Vadão.


Leia mais sobre: São Caetano Série B



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo