iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/10 - 20:50

Técnico exime Maurício e culpa apenas experiência de Marques
"É um erro individual que acontece, coisa normal de jogo”, disse Luxemburgo

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Os 16 anos que separam as datas de nascimento de Marques e Maurício são os culpados por Vanderlei Luxemburgo pelo gol do Atlético-MG na vitória por 3 a 1 do Palmeiras neste sábado.

No lance que abriu o placar do Palestra Itália, o zagueiro, de 19 anos, tentou proteger a bola e acabou desarmado pelo atacante, de 35 anos, que deu o passe para Renan Oliveira. Resultado da vivência do ídolo alvinegro, na opinião de Luxa.

“O Marques usou a experiência dele. Fingiu que ia sair pela direita e, quando o menino foi proteger, saiu por fora. É um erro individual que acontece, coisa normal de jogo”, aliviou o treinador, que viu seu comandado estar tranqüilo com o lance já no intervalo.

“Errei e assumo minha responsabilidade. Não percebi a chegada do Marques e acabei perdendo a bola dentro da área”, declarou Maurício, apoiado por Pierre, autor do passe que gerou a falha do zagueiro. “Cometemos um erro defensivo, mas isso faz parte do futebol”, minimizou o volante.

Apesar da falha individual, a atitude que o time mostrou animou Luxemburgo. Para o técnico, o Verdão continuou superior no confronto, sem se desesperar por sair perdendo dentro de casa.

“Não tinha nada de errado no time até aquele momento. Estava dominando o Atlético, sempre na expectativa de que eles atacassem no contragolpe. Tomou o gol em um lance individual, mas não se apavorou, tocou a bola e partiu para o empate. Não teve nenhum desespero”, ressaltou o comandante.

A evolução palmeirense na partida, contudo, se deu principalmente a partir dos 37 minutos do primeiro tempo. Cinco minutos após dar a assistência para o gol de Renan Oliveira, Marques, que se destacava vencendo as marcações de Elder Granja e Pierre, foi expulso. E Luxemburgo admite: o atacante fazia a diferença.

“O Marques parecia o Müller da época do São Paulo. Recebia, virava para a esquerda e metia a bola para frente. Mas sabíamos que ia ser assim e até falei para o Gustavo como ia funcionar”, contou o técnico, apontando o zagueiro responsável pelo setor direito, mas que não estava envolvido no lance do gol.


Leia mais sobre: Vanderlei Luxemburgo Palmeiras



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo