iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/10 - 13:53

Para os números, duelos entre paulistas e mineiros são os mais desequilibrados
O mais disciplinado Atlético enfrenta atacante "caçado"; São Paulo irá marcar o pior passe da Série A

Por Renan Justi, da Footstats

SÃO PAULO - A partida que pode colocar o Palmeiras isoladamente na liderança tem caráter antagônico nas estatísticas. O Atlético-MG, equipe que menos sofre falta (na média são 16 por jogo), tentará deter o jogador mais castigado pela marcação: Kléber.  O atacante, que também é recordista em expulsões (3), já foi "caçado" 89 vezes em 20 exibições nesse Brasileiro.

Outro dado de oposição entre os clubes diz respeito à capacidade ofensiva dos ataques. Marques e Petkovic, com 4 gols cada, são artilheiros do Galo. Porém, se compararmos essa quantidade de gols contra outras equipes veremos que eles dois são os “piores” artilheiros da primeira divisão do Campeonato Brasileiro.

É neste ponto que aparece a maior contradição: Alex Mineiro e Diego Souza, do Palmeiras, formam a dupla que mais vezes marcou, foram 22 tentos no total.

No Ipatingão
O técnico Muricy anunciou antecipadamente que seu time vai a campo com apenas Borges na frente. E é este o São Paulo que está, ao lado de outros três times, entre os melhores ataques (43 gols).

Entretando, seu artilheiro, diferentemente dos demais clubes, não é um atacante. O meia Hugo é artilheiro do Tricolor com 2 gols à frente do centroavante Borges.

Já o problema de adversário Ipatinga é outro: a distribuição de jogo, concentrando a menor marca de passes certos por partida (215).

Enquanto isso, na ponta desse ranking está o conterrâneo Cruzeiro, time que costuma trocar 300 passes por rodada. E o São Paulo ainda vem logo seguido, ao acertar 87% dos seus toques de bola.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias