iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/10 - 21:52

Abatido, Renato Gaúcho entende revolta da torcida

“Poderíamos ter ganhado cinco posições na tabela se tivéssemos vencido. Perdemos a grande oportunidade", disse

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - As palavras do técnico Renato Gaúcho após a derrota por 4 a 2 para o Figueirense contrastavam com a sua expressão abatida. No discurso, o comandante do Vasco se disse confiante em tirar a equipe da lanterna e da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Também se mostrou compreensivo com a revolta dos torcedores.

“Fica até difícil vir aqui e falar alguma coisa em uma situação dessas. Quero agradecer a torcida, que veio até aqui prestigiar o time. Até entendo o lado dela, que fica insatisfeita, xinga e vaia”, discursou Renato Gaúcho. “Falei para o grupo que a torcida seria o reflexo deles dentro de campo.”

Apesar da crise, dois pontos separam o Vasco do Atlético-PR, equipe que beira à zona dos quatro últimos colocados do Brasileirão. “Fico triste ao ver o Vasco nessa situação, pela torcida que tem, pelo Roberto [Dinamite, presidente], que está entrando agora. Mas a gente precisa trabalhar. Não adianta conversar, criticar A, B ou C. Você não vai tapar o sol com a peneira”, afirmou.

“Poderíamos ter ganhado cinco posições na tabela se tivéssemos vencido. Sairíamos do último lugar para o 15º. Perdemos a grande oportunidade. Os outros adversários também não foram bem, mas mais uma rodada passou. Se você também tropeça, não adianta que eles tropecem”, lamentou.

Leia mais sobre: Renato Gaúcho Vasco



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo