iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/10 - 08:20

Meia do Verdão fica aliviado com absolvição no STJD
Diego Souza escapa de punição e disse que não teve a intenção de agredir Fabrício, do Cruzeiro

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O meio-campista Diego Souza passou por um susto nesta semana. O jogador do Palmeiras esteve no banco dos réus do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por um lance flagrado somente pelas câmeras de televisão: a mão do atleta alviverde tocou no rosto do volante Fabrício no início da partida contra o Cruzeiro, no Mineirão. Para alívio do time paulista, o camisa sete acabou absolvido.

"Estou feliz de ter sido absolvido do julgamento. As pessoas que estão lá (no STJD) são certas para isso. Não fiz nada de errado. Assisti ao julgamento inteiro e ficou claro que não tive a intenção de agredir o jogador do Cruzeiro, nunca tinha jogado contra o Fabrício, eu nem o conhecia", explicou Diego Souza.

A decisão do STJD irritou o Grêmio, considerado, até o momento, o principal concorrente do Palmeiras ao título brasileiro. O assessor do departamento de futebol do time gaúcho, André Krieger, acusou o tribunal de proteger o rival. Até por isso, o dirigente pode ser denunciado e também corre o risco de ir a julgamento.

"Não tinha motivo para ser suspenso agora. Em um lance contra o Coritiba, eu peguei três jogos por nada, cumpri dois e só depois fui absolvido", respondeu Diego Souza, que também subestimou as declarações de André Krieger.

"Não conheço esse dirigente que está lá. Não tenho muita coisa para falar do Grêmio. Só quero pensar no Palmeiras", finalizou Diego Souza.


Leia mais sobre: Diego Souza Palmeiras Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo