iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/10 - 21:10, atualizada às 13:55 04/10

Grêmio e Botafogo se enfrentam para encerrar mau momento

Ambos times querem a recuperação no Campeonato Brasileiro para voltar a sonhar com a liderança na reta final

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Embora ainda lidere o Campeonato Brasileiro, o Grêmio convive com um mau momento na competição. Por isso, neste sábado, o Tricolor recebe o Botafogo no Estádio Olímpico às 16 horas, em uma partida em que apenas a vitória interessa aos dois times: ambos seguem na luta pela conquista do título do Campeonato Brasileiro, mas estão caindo de produção nos últimos jogos.

Os gremistas foram goleados pelo Internacional por 4 a 1 no último fim-de-semana, desperdiçando uma boa vantagem na ponta, que agora divide com o Palmeiras – os dois têm 50 pontos, mas os palmeirenses levam vantagem no número de vitórias. O Bota, por sua vez, chega a esta 28ª rodada sem saber o que é vencer há três partidas na competição.

Com 43 pontos e na oitava colocação, os cariocas (que empataram por 1 a 1 com o Fluminense no último jogo) sabem que apenas um triunfo manterá vivas as chances de conquista de título.

Ney Franco, técnico do Botafogo, acredita que a disputa do título está aberta pelo fato de que a distância para os líderes é de apenas sete pontos, faltando 11 rodadas para o término da competição. O treinador tem evitado usar o discurso de que a luta é apenas por uma vaga na próxima Copa Libertadores.

“O Botafogo está vivo na luta pelo título. Com uma seqüência de vitórias, saímos de perto da zona de rebaixamento para a zona de classificação para a Copa Libertadores. Perdemos alguns jogos, mas continuamos no pelotão de frente. Se ganharmos do Grêmio, vamos ficar em excelente situação, principalmente porque ainda faltam muitos jogos”, lembrou Ney Franco.

O treinador tem três desfalques para a partida: o lateral-direito Thiaguinho e o atacante Wellington Paulista, que receberam o terceiro cartão amarelo contra o Fluminense, e o meia Zé Carlos, expulso no mesmo jogo. Como o único titular dos três é o atacante, a única modificação em relação ao time que venceu o América de Cali por 3 a 1 e garantiu vaga nas quartas-de-final da Copa Sul-americana será a entrada de Leandro Guerreiro no posto de Wellington Paulista, com Carlos Alberto adiantado para jogar ao lado de Jorge Henrique no ataque.

Pelo lado do Grêmio, a vida deixou de ser colorida e passou a ser preta-e-branca. Coincidentemente, depois de enfrentar o Botafogo, o próximo adversário gremista é outro alvinegro, o Santos. Com as duas partidas sendo disputadas em casa, o pensamento é de 100% de aproveitamento e a retomada da liderança do Brasileirão.

Para angariar estes seis pontos foi adotada uma tática de guerra. Os jogadores estão concentrados desde quarta, e só terão folga após a partida deste sábado. Depois, retornam à reclusão até o confronto diante do Peixe, na quarta. A estratégia também passou pela realização de três treinos fechados durante a semana.

É o momento mais crítico vivido pelo clube neste campeonato. O técnico Celso Roth não poderá contar com seis jogadores, entre titulares e reservas. Tcheco e Orman estão suspensos, enquanto Souza, Perea, André Luís e Pereira estão lesionados.

“Quando se trabalha com determinação e os resultados não vêm, quando a coisa não acontece como a gente quer, a gente muda, muda de atitude, muda situações de treinamento. Sai um pouco da rotina”, justificou Roth sobre as medidas tomadas.

Para bater o Bota, a intenção é o “bombardeio aéreo” com o gigante Richard Morales. O uruguaio, de 1,96m, pela primeira vez começará como titular, no lugar de Marcel que não vem agradando. O outro atacante da equipe ainda é dúvida. A briga é entre Reinaldo e Soares, com o segundo tendo mais chances.

A nova arma para a batalha pode ser o garoto Douglas Costa. Aos 18 anos, ele é o mais cotado para entrar no lugar de Tcheco, já que os substitutos do capitão gremistas não possuem condições de jogo.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO x BOTAFOGO

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 4 de outubro de 2008, sábado
Horário: 16 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Ivan Bohn (PR) e Carlos Berkenbrock (SC)

GRÊMIO: Victor; Léo, Jean e Rever; Paulo Sérgio, Rafel Carioca, William Magrão, Douglas Costa (Makelele), e Anderson Pico; Soares (Reinaldo) e Richard Morales
Técnico: Celso Roth

BOTAFOGO: Castillo; Alessandro, Renato Silva, André Luis e Triguinho; Túlio, Diguinho, Leandro Guerreiro e Lucio Flavio; Carlos Alberto e Jorge Henrique
Técnico: Ney Franco


Leia mais sobre: Botafogo Grêmio Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Sem gols
Atacante Wellington Paulista está suspenso e não poderá enfrentar o Grêmio em Porto Alegre

Topo