iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

02/10 - 11:27

Técnico do Shakhtar critica falta de fair play do Barça
“É uma vergonha o que fez o Barcelona. Se fosse em outro estádio, da Inglaterra ou da Itália, eles não teriam saído vivos de campo”, disse o técnico dos ucranianos

Gazeta Esportiva

DONETSK (Ucrânia) - O Barcelona foi à Ucrânia nesta quarta-feira para enfrentar o Shakhtar Donetsk pela segunda rodada da fase de grupos da Copa dos Campeões da Europa, e conseguiu a vitóra por 2 a 1 mesmo jogando fora de casa. Entretanto, os ucranianos deixaram o campo revoltados – e não apenas com a derrota.

Explica-se: o Shakhtar vencia o jogo até os 42 minutos do segundo tempo, graças ao gol de Ilsinho no final do primeiro tempo. Foi quando um dos jogadores da equipe da casa tocou a bola pela linha lateral para permitir o atendimento médico de um de seus companheiros. O Barça, porém, ao invés de devolver a bola para os anfitriões após a cobrança, aproveitou para subir ao ataque. Na seqüência do lance, Bojan Krkic cruzou pela direita para que Lionel Messi empatasse a partida.

O próprio Messi decretou a virada nos acréscimos, surpreendendo o Shakhtar. O time de Donetsk deixou o campo reclamando do lance, a ponto de o técnico Mircea Lucescu chamar de “vergonhosa” a atitude do Barcelona. Após o final da partida, Lucescu se desentendeu com seu colega de Barça, Josep Guardiola, criticando a ação dos jogadores do clube espanhol.

“É uma vergonha o que fez o Barcelona. Se fosse em outro estádio, da Inglaterra ou da Itália, eles não teriam saído vivos de campo”, indignou-se Lucescu, lamentando a falta de fair play por parte dos catalães. “Vencer assim não é próprio do Barcelona”, completou, furioso.

O treinador do Shakhtar precisou ser retirado da zona mista de entrevistas por funcionários de seu clube. Entre os jogadores da equipe catalã, porém, o lance foi encarado com naturalidade – pelo menos para o jovem Krkic, que ‘iniciou’ o lance e que acredita que não houve nada de intencional no lateral dos ucranianos.

“Foi uma jogada normal. O jogador manda a bola para fora sem ver que havia um companheiro no chão”, afirma o espanhol, de origem sérvia. “Quando os jogadores do Shakhtar estiveram mais tranqüilos, também verão assim”, completou.

O Barcelona soma duas vitórias na competição continental e lidera o Grupo C com seis pontos. O Shakhtar, por sua vez, sofreu sua primeira derrota, e é o vice-líder da chave com três pontos, à frente de Sporting Lisboa e Basel.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo