iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

02/10 - 22:07

Na Argentina, Maradona Junior declara amor ao River Plate
“Ficaria muito encantado em jogar no River, seria uma sonho. Espero que isso possa acontecer um dia”, disse

Gazeta Esportiva

Diego Maradona Junior, filho do grande ídolo argentino, protagonizou cenas nesta quinta-feira que muitos achariam indignas de alguém com esse sobrenome. Antes da partida do River Plate pela Copa Sul-americana, o jovem jogador, que defendeu a Itália na Copa do Mundo de futebol de areia neste ano, afirmou seu amor pelo clube, que é o principal rival do Boca Juniors, no qual seu pai fez história.

“Ficaria muito encantado em jogar no River, seria uma sonho. Espero que isso possa acontecer um dia”, afirmou Maradona Junior, em visita ao Estádio Monumental de Nuñez, antes de acompanhar o elenco anfitrião vencer o Defensor Sporting por 2 a 1 e garantir vaga nas quartas-de-final da Copa Sul-americana.

O Maradona mais novo cresceu longe do pai, na Itália, país onde foi concebido extraconjugalmente quando seu pai atuava pelo Napoli. E foi de lá mesmo que a paixão pelo time vermelho e branco de Buenos Aires nasceu, segundo revelou o atleta.

“Gosto do River Plate desde criança. Assisti muitos jogos [do Campeonato Argentino] quando eram transmitidos pela televisão da Itália. Eu ficava encantado ao ver (o atacante Javier) Saviola e (o meia Pablo) Aimar em ação”.

Maradona Junior teve contato extremamente limitado com seu pai, que foi obrigado pela justiça italiana a reconhecê-lo como filho e a pagar pensão à sua mãe. Os dois se encontraram uma vez apenas, por 40 minutos. O atleta negou que tenha vindo à Argentina para resolver assuntos ‘de família’.

“Sou filho dele e sempre serei. Quero o melhor para ele, só quero a sua felicidade. Mas se ele quiser me encontrar, estarei na Argentina”, completou Diego Maradona Junior, que permanecerá em Buenos Aires até a próxima quinta-feira.


Leia mais sobre: Diego Maradona Junior



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo