iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

02/10 - 10:17

Fazendinha adapta corintianos a gramados ruins da Série B

Equipe de Mano Menezes encontra mais dificuldades para jogar fora de casa em virtude da condição dos gramados

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Boas condições para treinamentos nem sempre são favoráveis para o sucesso de uma equipe. O meia Morais, por exemplo, acredita que o estado ruim do gramado do Parque São Jorge, que passou por reforma recentemente, ajuda o Corinthians a se preparar para a Série B do Campeonato Brasileiro.

“São muitos os campos ruins na Série B. Como nosso gramado de treinos não está legal, a gente consegue se adaptar mais facilmente”, comentou o jogador, que aproveitou o assunto para cobrar providências. “É bom que a CBF, responsável por isso, fique ligada e melhore a situação.”

O meio-campista Elias foi outro jogador do Corinthians a reclamar. Ele diz que a equipe dirigida por Mano Menezes encontra mais dificuldades para jogar fora de casa em virtude da má conservação dos campos adversários. Em relação à torcida, a corintiana costuma ser superior mesmo como visitante.

O gramado onde o Corinthians manda os seus jogos, diferentemente da Fazendinha, recebe só elogios. “O campo do Pacaembu é o melhor do Brasil. Diante da nossa torcida, chega a ser impossível sofrer uma derrota. Só se for por nossa culpa. Os torcedores vão invadir Londrina [contra o Marília], como fizeram em Campinas. Corinthians é diferente”, discursou Elias.

O Pacaembu também foi reformado há pouco tempo, assim como o Parque São Jorge – à época, o Corinthians se preparava no CT de Itaquera, em condições ainda piores. Os dois estádios, assim como o Palestra Itália e o Canindé, estão entre os pré-relacionados como locais de treinamentos paulistanos para a Copa do Mundo de 2014.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo