iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/10 - 20:03

Tite lamenta Inter não ter marcado gol no começo do jogo
"Era importante termos feito um gol no início, isso não ocorreu e tirou a naturalidade da equipe”, disse

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - O técnico Tite reagiu com naturalidade em relação ao desempenho do Inter diante do Universidad Católica, nesta quarta-feira. O Colorado não conseguiu sair do 0 a 0 na partida disputada no Beira-Rio deixando a torcida irritada.

Atuando com uma equipe mista, os donos da casa pouco criaram e sofreram pressão nos últimos instantes de partida, mas mesmo assim avançaram para as quartas-de-final da Copa Sul-americana.

“Foram duas propostas diferentes. Hoje o time deles não se expôs e jogou em cima do erro. Foi um projeto tático diferente. Tecnicamente foi um jogo amarrado. Sabíamos que tomar um gol seria uma situação difícil de reverter.

Era importante termos feito um gol no início, isso não ocorreu e tirou a naturalidade da equipe”, analisou o comandante colorado fazendo um paralelo na partida de ida que também terminou empata por 1 a 1.

Em quarto partidas desta edição da Sul-americana o Inter ainda não venceu e superou seus adversários nos gols marcados fora de casa. Tite justificou que, para uma equipe atingir um nível satisfatório, a base dela precisar jogar junta cerca de 30 partidas. Por isso, não ficou preocupado com a atuação do time.

Sobre os pedidos da torcida durante o jogo por Nilmar, que estava no banco, Tite justificou não ter colocado o atacante porque o problema nesta quarta-feira estava na criação das jogadas e não no ataque.

“Para criar oportunidades de gol, era um processo um pouquinho anterior ao da conclusão. Era o da criação, foi nisso que pensei. Não dá para achar que toda a situação deve fluir de uma forma natural”, afirmou o treinador, após longa pausa para responder ao questionamento.


Leia mais sobre: Tite Internacional



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo