iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/10 - 07:51

Botafogo precisa vencer América de Cali para seguir na Sul-Americana
Alvinegro carioca tenta esquecer má fase do Brasileirão para seguir na Copa Sul-Americana

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O Botafogo recebe o América de Cali nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), precisando vencer por dois ou mais gols de vantagem para se classificar para as quartas-de-final da Copa Sul-Americana. Como perdeu por 1 a 0 na Colômbia, o Alvinegro vai forçar a decisão por pênaltis se devolver o placar no Engenhão.

No entanto, qualquer outra combinação serve aos colombianos. O classificado vai enfrentar na próxima fase o ganhador do duelo entre Arsenal, atual campeão, e Estudantes, que se enfrentam nesta quinta-feira na casa do primeiro. Na ida, os donos da casa venceram por 2 a 1.

No domingo, o Botafogo empatou por 1 a 1 com o Fluminense num resultado que teve gosto de derrota, pois os alvinegros venciam até os acréscimos. Com o tropeço, o Glorioso tem 43 pontos e segue fora da zona de classificação para a próxima Copa Libertadores. Dessa maneira a Sul-americana é uma espécie de única oportunidade de um título em 2008.

“Temos que encarar esse jogo como mais uma grande decisão nesta temporada, pois a Sul-americana é sim uma grande oportunidade de título. Não a única, porque temos chances no Brasileiro, mas queremos continuar brigando em duas frentes e por isso vamos nos esforçar para avançar”, comentou Ney Franco.

Os jogadores também não escondem que sonham com a conquista do título internacional por tudo o que ele representa em termos de valorização do grupo. Por isso querem o apoio em massa dos torcedores e a diretoria fez a sua parte, realizando uma grande promoção que reduziu o preço dos ingressos.

“Quando jogamos na Colômbia, a pressão dos torcedores foi muito grande e, por isso, queremos a nossa torcida como aliada nesta quarta-feira. Sabemos que as dificuldades serão enormes e por isso mesmo precisamos unir forças. Apenas com essa união é que avançaremos na competição”, comentou o volante Túlio.

Em relação ao time que empatou com o Fluminense Ney Franco vai promover três alterações. O lateral-esquerdo Triguinho, o meia Diguinho e o atacante Jorge Henrique, que cumpriram suspensão diante do Tricolor, retornam nos lugares de Luciano Almeida, Leandro Guerreiro e Zé Carlos, respectivamente.

O América superou uma crise econômica e de relacionamento para chegar ao Engenhão. Seus jogadores chegaram a ameaçar não viajarem ao Brasil por causa dos atrasos salariais, mas desistiram da idéia e resolveram acreditar em mais algumas promessas dos dirigentes. Ninguém quis falar sobre o tema, mas o técnico Diego Umaña comentou o que espera do jogo.

“Não deverá ser nada muito diferente do que já esperamos, com o Botafogo pressionando e nós tentando nos impor e saindo na base dos contra-ataques. Não seremos apenas defensivos, mas vamos também ter`cautela para não buscarmos o jogo de qualquer maneira”, disse Diego Umaña.

A única mudança na equipe em relação ao jogo de Cali será o retorno do lateral-esquerdo Pablo Armero, que estava lesionado na ida e agora reaparece na vaga de Jersson González. No fim de semana o América fez 1 a 0 no Millonarios e está na nona posição do Campeonato Colombiano.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X AMÉRICA-COL

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 1º de outubro de 2008 (Quarta-feira)
Horário: 22h(de Brasília)
Árbitro: Carlos Chandía (Chile)
Assistentes: Lorenzo Acuña (Chile) e Sergio Román (Chile)

BOTAFOGO: Castillo, Alessandro, Renato Silva, André Luis e Triguinho; Túlio, Diguinho, Lucio Flavio e Carlos Alberto; Jorge Henrique e Wellington Paulista
Técnico: Ney Franco

AMÉRICA: Adrián Berbia, Iván Vélez, Carlos Valdés, Pedro Tavima e Pablo Armero; Paulo César Arango, John Valencia, Jaime Córdoba e Víctor Cortés; Wilmer Parra e Adrián Ramos
Técnico: Diego Umaña


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo