iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/09 - 07:20

Serra comete duas gafes em menos de dois minutos no Pacaembu
Governador foi um dos idealizadores do Museu do Futebol, inaugurado nesta segunda-feira em cerimônia de gala

Léo Morelli, repórter iG Esporte

Acordo Ortográfico

SÃO PAULO - A inauguração do Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu, aconteceu nesta segunda-feira, com a presença de autoridades e jogadores que fizeram a história do esporte no Brasil. Durante o seu discurso na cerimônia, o governador do Estado de São Paulo, José Serra, cometeu duas gafes seguidas e acabou alegrando o grande números de convidados.

    Primeiro, o palmeirense Serra parabenizou o Corinthians, dizendo que o clube aniversaria no dia 29 de setembro. Porém, o time alvinegro completou 98 anos no último dia 1º de setembro. O governador se confundiu porque, também nesta segunda-feira, a diretoria do Corinthians promoveu um jantar no Parque São Jorge para comemorar os 98 anos.

    Depois, José Serra foi lembrar de uma frase de João Saldanha, ex-jornalista e técnico da seleção brasielira em 1970, "se macumba ganhasse eleição, o campeonato na Bahia terminava empatado", quando, o correto seria: "se macumba ganhasse jogo...".

    No fim, o político estava bem à vontade e comentou o fato do Palmeiras ter assumido a liderança do Brasileirão. "Foi difícil, mas chegamos, agora, vamos conquistar o título".

    Cartolas e personalidades importantes da política e do futebol também marcaram presença na inauguração do Museu do Futebol, como o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. O presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) Ricardo Teixeira despistou, como sempre, os jornalistas, mas, em seu discurso, valorizou o trabalho feito na capital paulista para manter viva a memória do futebol.

    ”Este local é simplesmente fantástico para a história do futebol brasileiro. São Paulo está de parabéns por uma conquista como essa”, afirmou Ricardo Teixeira.

    O ministro dos Esportes, Orlando Silva, considerou a abertura do museu como um momento histórico para o país. “É um lugar que representa a memória do futebol, um fator de identidade com o nosso povo. É parte da cultura”, lembrou.

    A noite de festa no Pacaembu teve até a ilustre presença de um representante da Fifa, através do secretário-geral, o francês Jerome Valcke. A partir de quarta-feira, o público poderá conhecer todas as instalações do museu adquirindo um ingresso ao custo de R$ 6.


    Leia mais sobre: Museu do futebol Pacaembu José Serra



    Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

    > Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


    Futura Press

    José Serra, Pelé, Ricardo Teixeira...
    Com a presença de pessoas ilustres, o Museu do Futebol foi oficialmente inaugurado no Pacaembu

    Topo