iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/09 - 10:15

Nossa relação com o São Paulo é boa, garante Della Monica

Afonso Della Monica reiterou a posição palmeirense de que não haverá esquema especial de segurança para o São Paulo

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O clássico entre Palmeiras e São Paulo está próximo, acontece no dia 19 de outubro. Com as duas equipes na parte de cima da classificação do Campeonato Brasileiro, o encontro dos dois candidatos ao título no Parque Antártica promete ser quente.

Mas o Verdão garante segurança total no evento ao rival.

Nesta segunda-feira, durante a inauguração do Museu do Futebol, o presidente do Palmeiras, Afonso Della Monica, descartou qualquer rusga com o São Paulo. Nos últimos meses, os dois times promoveram algumas reuniões para acertar os ponteiros e acalmar os ânimos dos torcedores.

'Temos uma grande relação com o São Paulo', confirma Della Monica. 'Sou um dos vice-presidente do Clube dos 13 e estou sempre conversando com o pessoal do São Paulo', emenda o presidente alviverde.

Afonso Della Monica reiterou a posição palmeirense de que não haverá um esquema especial de segurança para o São Paulo. Mas a expectativa é que o Verdão aumente, pelo menos, o número de funcionários na região do vestiário do Tricolor, vítima de um gás tóxico no encontro entre os times na semifinal do Campeonato Paulista.

'Da última vez, não tínhamos tantos seguranças do Palmeiras no vestiário porque o São Paulo levou uns 30 profissionais para fazer a própria segurança', recorda Afonso Della Monica.

Do lado do São Paulo, o clima também é cordial para o esperado confronto. Antes um ferrenho crítico do Palestra Itália, o presidente do Tricolor, Juvenal Juvêncio, declarou que vai respeitar o direito alviverde de mandar a partida em casa.


Leia mais sobre: São Paulo Palmeiras Campeonato Brasileiro



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo