iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/09 - 23:46

Mistão verde luta por triunfo simples em busca do ano perfeito

Palmeiras precisa vencer o Sport Áncash por qualquer placar nesta quarta-feira para seguir na Sul-Americana

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Há duas semanas, Vanderlei Luxemburgo irritou-se ao sentir que seu grupo estava mais preocupado com o Brasileiro e impôs uma meta para o elenco: buscar não só o título nacional, mas o da Sul-americana. O treinador acredita que tem em mãos jogadores suficientes para as duas conquistas.

E, para manter o sonho, precisa vencer o Sport Áncash por qualquer placar nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), no Palestra Itália.

Apesar de enfatizar a importância do torneio continental, o Palmeiras, que conseguiu a liderança do Brasileiro no domingo, não deve abdicar da estratégia que tem traçado desde a estréia e vai escalar um time misto. Apenas Marcos será o titular que começará jogando - Pierre e Léo Lima, que se alternaram no time principal nas últimas partidas, também começam jogando.

O destaque na escalação, contudo, é Roque Júnior, zagueiro de 33 anos que reestreará pelo Verdão feliz por retornar ao Parque Antártica após oito anos. “Volta a jogar no Palestra Itália me deixa satisfeito e contente, vai ser uma noite boa”, prevê o defensor, que terá Gladstone ao seu lado no setor.

A primeira missão da dupla, que nunca atuou junta, é evitar um empate com gols ou vitória peruana, resultados que custariam a eliminação na Sul-americana, já que a ida, na grama sintética do Estádio Nacional em Lima, terminou em igualdade sem gols. E o otimismo predomina no Parque Antártica. Nem mesmo o rótulo de favorito é descartado na busca por uma vaga nas quartas-de-final.

“Sempre quis ganhar tudo e esse é o pensamento de todos, porque são dois títulos na carreira de todo mundo. E temos elenco para isso, tanto que jogou um time no Peru e outro contra o Náutico e nos mantivemos vivos tanto no Brasileiro quanto na Sul-americana. Temos que seguir com este objetivo e ganhar as duas competições”, prega Roque Júnior.

Se o resultado no primeiro jogo satisfez o Verdão, a ordem no Áncash é esquecer o primeiro confronto. Sétimo colocado no Torneio Clausura do Campeonato Peruano, a equipe tem priorizado a Sul-americana e não esconde que o plano era vencer em Lima para se dedicar à defesa em São Paulo – agora, novo 0 a 0 leva a disputa para os pênaltis.

O técnico Antonio Alzamendi, porém, garante que seus comandados trarão problemas aos donos da casa com uma postura mais ofensiva. “Temos consciência de que será um jogo difícil, mas pensamos na vitória e na vaga nas quartas-de-final. Os torcedores terão uma surpresa e verão uma equipe com uma nova postura, diferente da do jogo de ida”, promete.

Para surpreender o Verdão, o treinador uruguaio aposta no entrosamento e escalará os mesmos jogadores do duelo em Lima. As únicas mudanças são a entrada de Dastés, provável substituto do zagueiro Regalado, expulso no primeiro duelo, e a saída de Carlos Flores. O meia, principal jogador do time, ficou no Peru por problemas contratuais e deve ceder sua vaga para Collantes.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X SPORT ÁNCASH

Local:
Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 30 de setembro de 2008, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Martín Vázquez (Fifa-Uruguai)
Assistentes: Walter Rial e Mauricio Espinosa (ambos Fifa-Uruguai)

PALMEIRAS: Marcos; Jumar, Roque Júnior, Gladstone e Jefferson; Pierre, Léo Lima, Evandro e Maicosuel; Denílson e Thiago Cunha
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

SPORT ÁNCASH: Vegas; Dastés, Cartagena e Javier Martinez; Sotelo, Ruiz, Villanueva, Collantes e Oscar García; Carty e Calheira
Técnico: Antonio Alzamendi


Leia mais sobre: Palmeiras Sport Áncash



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo