iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/09 - 08:43

Ex-técnico do Vasco faz críticas contra Renato Gaúcho, jogadores e cartolas

Tita desabafou ao falar sobre atual treinador vascaíno, Eurico Miranda, Jorge Luiz, Morais e outros

Redação iG Esporte

Acordo Ortográfico

RIO DE JANEIRO - Tita, ex-técnico do Vasco, resolveu falar do tempo em que ficou no clube carioca e disparou críticas para todos os lados. Depois da eliminação na Copa Sul-Americana, ele já tinha falado mal de seus antigos comandados que, segundo ele, "não tinham condições de vestir aquela camisa". Agora ele foi além, em entrevista para jornal carioca O Dia.

O principal fator motivador para esse desabafo de Tita foi a chegada de Renato Gaúcho no Vasco. O novo técnico do time cruzmaltino tem feito duras critícas ao preparo físico realizado com os atletas antes da sua chegada.

Porém, para Tita, "o que se deve levar em conta é o percentual de gordura. E, no Vasco, todos estão dentro do padrão.", Portanto, conclui: "O Renato se comporta como uma pessoa que não tem ética".

Técnicamento, o trabalho recente do atual técnico do Vasco também foi avaliado. Citando o último duelo do time, contra o Ipatinga, ele comentou: "Será que o Renato achou que o Baiano, o Fernando e o Valmir iam jogar um partidão?".

Sem poupar nomes mais uma vez, Tita também criticou a qualidade do time e citou um dos jogadores que teria comprometido seu trabalho no Vasco: "Jorge Luiz falhou em três gols decisivos e continua sendo titular", em referência ao zagueiro, que mais recentemente cometeu um pênalti durante jogo importante em Minas Gerais.

Sobrou até para o ex-presidente do Vasco e para a Federação de Futebol do Rio de Janeiro: Tita levantou a suspeita de que Eurico Miranda manipulava a escolha de árbitros para que estes marcassem pênaltis a favor do seu time no Campeonato Carioca. De acordo com o técnico, 15 penalidades foram apitadas a favor do Vasco no estadual deste ano. Além disso, ele citou um caso em que o filho de Eurico, com um segurança, foi até São Januário para xingá-lo das arquibancadas.

Tita lamentou ainda as negociações de jogadores como Morais e Jean, que não poderiam ter ido embora do time de forma alguma, mas que saíram por uma decisão assumida pela diretoria. Além deles, as situações de Wagner Diniz e Leandro Bonfim, que estariam lesionados, também são preocupantes, pois parece faltar profissionalismo por parte destes atletas, de acordo com o ex-técnico cruzmaltino.

Para completar, ele demonstrou pessimismo e confirmou que o atual presidente vascaíno, Roberto Dinamite, vai ter dificuldades, podendo queimar a sua longa história de amor com a torcida.

Apesar de demonstrar toda essa insatisfação, Tita ainda conclui: "Fico triste porque era uma oportunidade de ouro para mim. Mas aquele pacote que está ali não é meu. Aquele pacote é do Eurico".

Atualmente o Vasco está na vice-lanterna do Brasileirão, com apenas 26 pontos e correndo o sério risco de ser rebaixado para a Série B do Brasileirão.


Leia mais sobre: Tita Renato Gaúcho Jorge Luiz



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm/Divulgação

Está explicado
"O elenco é muito pobre de qualidade, foi por isso que eu saí", esclareceu Tita

Topo