iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/09 - 14:31

Deda é absolvido e fica à disposição de Benazzi
Enquadrado no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (praticar ato desleal), o jogador poderia pegar até três partidas de gancho

Gazeta Esportiva

CAMPINAS - Julgado por sua polêmica expulsão na partida contra o Marília, o volante Deda foi absolvido pelo STJD na noite desta segunda-feira e está à disposição do técnico Vagner Benazzi para a sua estréia no comando da Ponte Preta, na próxima sexta, ante o CRB, no Majestoso.

Enquadrado no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (praticar ato desleal), o jogador poderia pegar até três partidas de gancho. A Macaca, porém, reclama que a falta que determinou na expulsão de Deda foi cometida na verdade pelo lateral-direito Eduardo Arroz.

Polêmica à parte, Deda foi condenado a cumprir apenas a automática por sua expulsão ante o MAC e, como já ficou de fora da derrota contra o Corinthians, no Pacaembu, fica à disposição de Benazzi para o jogo de sexta-feira, quando a equipe tenta colar no G-4 da Série B.

Deda e Benazzi trabalharam juntos no Gama, e o novo treinador alvinegro tem no volante bastante confiança. Nesta segunda-feira, dia em que foi apresentado oficialmente, o treinador conversou particularmente com Deda e o zagueiro César, capitão na campanha do vice-campeonato no Paulistão, enquanto o restante dos jogadores fazia um treino físico.

“O César teve um importante papel no Paulistão deste ano. E eu sempre vi o Deda como um ótimo profissional. Ele é um líder, que luta muito, cobra muito dos seus companheiros e é disso que precisamos”, justificou Benazzi, sem revelar o assunto do papo. “Foi conversado aquilo que precisava”, concluiu.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo