iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/09 - 17:36

Marcelo elogia força ofensiva do Zenit, próximo adversário do Real na Liga

Ex-jogador do Flu apontou o meia russo Andrei Arshavin e o atacante português Danny como principais nomes

EFE

SÃO PETERSBURGO (Rússia) - O lateral-esquerdo brasileiro Marcelo, do Real Madrid, elogiou o poder ofensivo do Zenit São Petersburgo, próximo adversário da equipe espanhola na Liga dos Campeões.

O ex-jogador do Fluminense apontou o meia russo Andrei Arshavin e o atacante português Danny como principais nomes do setor.

"O Zenit fez um alto investimento para a temporada, apostou na permanência de Arshavin, que é um meia-atacante de muita habilidade, e contratou o português Danny, como o grande destaque, por 30 milhões de euros", comentou o brasileiro por meio de sua assessoria de imprensa.

"O Real Madrid fará de tudo para voltar para Espanha com a vitória. Já conversamos sobre os perigos que podemos correr e estaremos preparados para isso", afirmou o lateral em referência à partida, pela segunda rodada do grupo H - que tem ainda Juventus e Bate Borisov.

Outro a falar foi o técnico alemão Bernd Schuster. Ele afirmou que o rival de amanhã mistura "físico, velocidade e tática", e destacou que a equipe deve obter uma vitória para ficar em boa situação rumo às oitavas da Liga.

"O Zenit pratica um futebol sempre ofensivo, com um 4-3-3. É uma equipe com uma filosofia de atacar muito, muito parecida conosco", explicou.

Schuster desmentiu que o interesse do Real Madrid por Arshavin, destaque do Zenit. "Se não me engano, ele agrada muito ao Barcelona. Mas não é um assunto do Real Madrid", comentou.

O treinador espera uma partida complicada amanhã: "Esperamos uma equipe que precisa de uma vitória após ter perdido em Turim. Nós somamos três pontos contra o Bate e eles buscam os primeiros. Em casa e diante de seu público, eles são complicados", comentou.

O Real Madrid não venceu os últimos sete jogos fora de casa pela Liga dos Campeões - e precisa romper esta escrita se quiser ganhar força na fase de grupos.

"Ganhar fora de casa na Liga é sempre complicado. Sabemos que não é fácil ganhar na casa do Zenit, e muito menos da Juventus em Turim. São duas partidas complicadas fora de casa, mas é preciso vencer uma delas de qualquer forma", disse.


Leia mais sobre: Real Madrid Zenit



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo