iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/09 - 14:53

Colorado deve ter time misto na Copa Sul-americana
Alex e o atacante Nilmar novamente devem ser poupados; Clémer, com dores, também não deve jogar

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Após a vitória por 4 a 1 sobre o arqui-rival Grêmio pelo Campeonato Brasileiro, o Internacional voltou seus pensamentos para a Copa Sul-americana. O Colorado enfrenta nesta quarta-feira o chileno Universidad Católica, no Beira-Rio.

A estratégia deve ser a mesma adotada no jogo de ida, em Santiago, que terminou empatado por 1 a 1. Ou seja: o técnico Tite deverá escalar um time misto para o duelo marcado para as 17 horas (de´ Brasília).

O meia-atacante Alex e o atacante Nilmar novamente devem ser poupados. O mesmo caminho será seguido pelo goleiro Clemer, que sentiu dores musculares no fim da partida disputada no Chile. Sua presença no Gre-Nal de domingo só foi confirmada instantes antes do início do clássico em um teste realizado no gramado do Beira-Rio.

A ausência do capitão colorado promoverá a estréia de Ricardo no gol. Lauro, recém-contratado para ser o reserva da posição, ainda não foi inscrito na Conmebol e não tem condições de jogo. Além deles, o meia argentino Andrés D’Alessandro, expulso de campo em Santiago, mesmo estando no banco de reservas, fica de fora por suspensão.

No domingo, o La Católica, atuando com time misto, foi derrotado em casa pelo Palestino por 2 a 1 na 14ª rodada do Campeonato Chileno. No Beira-Rio, o técnico Fernando Carvallo poderá contar com o atacante Ibarrola, recuperado de lesão.

Para passar de fase, o Inter pode empatar por 0 a 0 ou vencer a partida por qualquer placar. Igualdade por 1 a 1 leva a decisão da vaga para a semifinal para os pênaltis. Empates por 2 a 2 ou com placar superior dá a classificação ao clube chileno. Quem avançar provavelmente enfrentará o Boca Juniors, que na partida de ida goleou a LDU do Equador por 4 a 0 em Buenos Aires.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo