iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/09 - 14:36

Nacional perde a primeira, mas permanece na liderança em Portugal

Marítimo, comandado pelo brasileiro Lori Sandri, recebeu a Acadêmica e fez 2 a 0, com gol de ex-santista

Gazeta Esportiva

ILHA DA MADEIRA (Portugal) - Após três vitórias em três rodadas, o Nacional da Ilha da Madeira perdeu sua primeira partida no Campeonato Português. Neste domingo, pela quarta rodada da competição, os madeirenses receberam o Estrela da Amadora em Funchal, e acabaram surpreendidos pelos visitantes pelo placar de 2 a 1.

O grande carrasco dos donos da casa atende pelo nome de Luis Vidigal. O meia português – que é filho do técnico da equipe, o angolano Lito Vidigal – foi autor dos dois gols que selaram a primeira derrota do Nacional na temporada do Português. Ainda assim, os alvinegros continuam na liderança da competição.

O Nacional segue com nove pontos, e agora é seguido de perto por Sporting (que tem os mesmos nove pontos, tendo perdido na véspera para o Benfica e levando desvantagem nos gols marcados), Porto e Benfica (ambos com oito pontos). O Estrela da Amadora foi a sete pontos, rigorosamente empatado na sexta colocação com o Vitória de Setúbal. O quinto lugar é da Naval, também com sete.

O primeiro gol do Amadora foi marcado aos 22 minutos, após falta cobrada pelo brasileiro Celsinho – ex-Portuguesa, Lokomotiv Moscou e Sporting. Vidigal recebeu a bola e desviou de cabeça, aproveitando a falha da defesa do Nacional. Mesmo jogando em casa, o time do técnico Manuel Machado pecava pelos espaços que cedia no meio-campo.

Após o intervalo, os anfitriões tentaram pressionar o Estrela da Amadora na defesa, mas acabaram castigados pela estratégia. Aos 25 minutos, em rápido contra-ataque, o atacante Rui Varela lançou o experiente Vidigal, que não teve dificuldades para bater para o gol e superar o goleiro brasileiro Rafael Bracalli, ex-Paulista de Jundiaí.

O Nacional ainda teve chances para evitar a derrota no final do jogo, mas não conseguiu. Aos 36 minutos, o zagueiro argentino Daniel Mustafá, do Amadora, colocou a mão na bola dentro da área – o ex-cruzeirense Alonso bateu rasteiro o pênalti, e o goleiro Nélson defendeu. Mais tarde, já nos acréscimos, o também brasileiro Nenê (vindo do Ipatinga) marcou de cabeça, mas sem conseguir evitar a derrota de sua equipe em casa.

Marítimo sobe
Outro madeirense que jogou neste domingo, mas que venceu, foi o Marítimo. O time de Funchal, comandado pelo brasileiro Lori Sandri, recebeu a Acadêmica no Estádio Barreiros e fez 2 a 0, conquistando sua primeira vitória na temporada e deixando as últimas colocações do Campeonato Português.

O primeiro gol da partida foi marcado aos 42 minutos do primeiro tempo do ex-santista Marcinho. O meia brasileiro recebeu lançamento de Bruno e teve tranqüilidade para bater para o gol da Acadêmica. Curiosamente, foi o primeiro gol marcado pelo Marítimo na temporada, após 312 minutos de jejum no campeonato.

Os donos da casa voltaram a balançar as redes somente aos 45 minutos da segunda etapa, em belo chute do meia Djalma. O português tentou um cruzamento, mas a bola saiu muito fechada e surpreendeu o goleiro eslovaco Boris Peskovic, que foi encoberto.

Mesmo derrotada, a Acadêmica segue à frente do Marítimo. Os Estudantes – que enfrentam o líder Nacional na próxima rodada – têm seis pontos em quatro jogos e ocupam temporariamente a nona colocação. Os madeirenses, que visitam o Vitória de Setúbal no próximo final de semana, vêm no décimo lugar, com quatro pontos.


Leia mais sobre: Nacional da Iha da Madeira Campeonato Português



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo