iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/09 - 20:42

Jogadores do Colorado ironizam presidente gremista
“Foi uma coisa linda. Futebol é dentro de campo. A máquina deles veio amarela e lenta”, disse o zagueiro Índio

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - “O Inter tem um elenco galáctico, mas vamos passar a máquina”. A declaração de Paulo Odone, presidente do Grêmio, antes do início do Gre-Nal deste domingo, no Beira-Rio, mexeu com os brios dos jogadores do Internacional. Depois de atropelarem os rivais e golearem o ex-líder do Brasileirão por 4 a 1, a provocação mudou de lado.

“Foi uma coisa linda. Futebol é dentro de campo. A máquina deles veio amarela e lenta”, disparou o zagueiro Índio, autor do terceiro gol do Colorado, aos 39 minutos do primeiro tempo.

Nilmar, que também fez o seu, encerrando o placar da partida, preferiu não esquentar tanto o clima pós-jogo, mas mandou seu recado para o falastrão mandatário gremista:

“Não sou de falar muito, mas em Gre-Nal é assim: você tem que mostrar serviço é dentro de campo. As pessoas que falam muito não entram em campo para jogar”, cutucou.

Para o camisa nove, mais importante que o placar dilatado foi a soma de três pontos, que levaram o Inter a entrar na briga pelo G-4, com 42 pontos. “Melhor do que a goleada foi ter alcançado a vitória. Esse resultado foi muito importante”, concluiu.

Leia mais sobre: Internacional Grêmio



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo